Política
08/02/2020 10:24:56, escrita por SERRANOSSA

Garibaldi suspende voluntariamente decreto da bandeira intermediária

Na manhã deste domingo, 02/08, o prefeito Antônio Cettolin suspendeu o decreto Municipal 4.419 publicado na sexta-feira, 31/07. Assim como os demais decretos municipais, o documento determinava maior flexibilidade na abertura do comércio não essencial, restaurantes e serviços que não poderiam funcionar em bandeira vermelha.

O decreto foi  publicado em comum  acordo  entre os municípios que fazem parte da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), sendo encaminhado ao governo do Estado e ao Ministério Público. "Em nenhum momento os municípios infringiram protocolos, mas entenderam que esta flexibilização se fazia necessária para permitir o trabalho destas atividades com limitações e segurança", afirmou a prefeitura em nota.


 

Após esta publicação, o governo do Estado acionou o Ministério Publico solicitando a atuação para que todos os municípios do Rio Grande do Sul observem a bandeira classificatória regional em que estão inseridos e respeitem o Modelo de Distanciamento Controlado.

Apesar de Garibaldi não ter sido alvo de uma ação civil pública, como em alguns outros municípios da região, a cidade decidiu suspender o decreto de forma voluntária.

Com isso, Garibaldi volta a adotar as regras da bandeira Vermelha, assim como Bento Gonçalves e a maioria dos municípios da Amesne que publicaram decretos municipais com bandeira intermediária. Na terça-feira, 04/08, representantes de 29 associações do Estado vão se reunir com o governador para tentar resolver este impasse.

Foto: Ana Biondo




Curta o SERRANOSSA