Política
04/10/2021 10:08:26, escrita por Raquel Konrad

Projeto de criação do Dia do Orgulho Nerd repercute e vereador Dentinho explica iniciativa

Nesta semana, um dos assuntos mais comentados em Bento Gonçalves foi o projeto de lei apresentado na Câmara de Vereadores, que institui o Dia do Orgulho Nerd no calendário de datas comemorativas do município.  A iniciativa é do vereador Rafael Fantin (PSD), o Dentinho, que teve que lidar com diversas críticas e manifestações nas redes sociais. Em entrevista ao SERRANOSSA, o vereador explicou que a ideia é inserir a cidade em um fenômeno mundial de manifestação cultural que movimenta recursos vultosos em eventos turísticos, culturais e até mesmo na venda de produtos direcionados especificamente a esse público.

De acordo com o Dentinho, a proposta é para fazer as pessoas “pensarem fora da casinha”. “Quando se trata de área de inovação e tecnologia a gente ainda tem alguns preconceitos e limitações nestes entendimentos. Quando eu fui provocado a propor este dia, me soou estranho e pejorativo, porque o nerd as vezes é sinônimo de bullying. Mas quando a gente vai ver ao pé da letra, um nerd é uma pessoa inteligente e temos que quebrar este paradigma na sociedade. E esse também é um dos objetivos da proposição”, explica.
 



No entanto, a principal proposta é movimentar esta área na cultura e na economia. “Este mercado de gamers e da tecnologia movimenta muito dinheiro. Na nossa justificativa, também apontamos o poder de consumo desta comunidade nerd. A gente não pode se furtar desta possibilidade”, explica.  “A ideia da data é criar uma referência e destaque para a cultura pop e para a realização de eventos ligados à tecnologia e à inovação, e mesmo festival de cosplay, seminários, oficinas e debates sociais sobre as diferentes formas de manifestação cultural”, avalia Dentinho.

A iniciativa do vereador encontra respaldo nos aficionados pelo tema. Um deles é Vinícius Piva, diretor de Inovação do CICBG e diretor do Wine Valley Hub de Inovação. Para ele, a data é uma oportunidade para pensar a economia do futuro. “O Dia do Orgulho Nerd é importante para a cidade porque traz uma visão diferente do que se pode agregar de benefícios e um novo estilo de empreender e perceber negócios e oportunidades dentro do município, focando, por exemplo na questão dos games e dos e-sports. A ideia é criar espaços para trazer resultados e dinheiro para a nossa cidade”, afirma.

Piva se baseia em dados efetivos sobre o que hoje é chamado de “economia geek”. Em 2019, uma pesquisa realizada pela Rakuten Digital Commerce mostrou que o público que compõe a economia geek gasta até 40% a mais que a média nacional, e o ticket médio de compras em e-commerce pelo público geek é de R$ 548, enquanto o ticket médio nacional é de R$ 329. Somente em 2016, a Comic-Con, um dos principais eventos da cultura nerd no país, realizado em São Paulo, movimentou R$ 15 milhões. Por conta disso, varejistas de todos os portes têm se atentado a esses consumidores que, em sua maioria, são jovens e adultos, solteiros e com bom poder aquisitivo. Mesmo assim, especialistas do mercado apontam que a economia geek ainda não atingiu seu potencial total no Brasil. Isso significa que marcas e prestadoras de serviço ainda tem muito o que aproveitar e explorar em relação a esse público consumidor. 
 

Área está crescendo em Bento
Em Bento Gonçalves, esse nicho tem se destacado a partir da segunda década deste século, com a realização de duas edições da NerdLand, evento organizado pelo professor do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Rafael Ramires Jaques, e outros eventos ligados a games. 
Um dos apoiadores da iniciativa é o empresário e professor de inglês Everton Furtado, que considera o projeto extremamente importante. “A cultura nerd está inserida na nossa vida há muito tempo, mesmo que a gente não perceba isso. Na literatura, no cinema, em jogos, nos esportes, a cultura nerd está presente em tudo”, acredita ele, que afirma usar as referências dessa cultura para estimular o aprendizado. “Eu aprendi muito sobre história e sobre negócios, por exemplo, no universo geek”, garante.

Para Dentinho, a inserção da data no calendário municipal pode estimular os empreendedores da área, permitindo a possibilidade de apoio oficial e até mesmo a capacidade de conquistar patrocínio para projetos através das leis de incentivo. Segundo o vereador, a ideia é contemplar esse público e trazer a oportunidade de captar eventos culturais e tecnológicos, além de atrair investimentos neste sentido para a cidade, tanto de forma on-line como presencial, no período pós-pandemia.
 

SOBRE AS CRÍTICAS
Em relação aos ataques nas redes sociais, Dentinho fala que a única coisa que incomoda o vereador é a comparação dele com “políticos tradicionais” e os questionamentos quanto as ações do controle da pandemia. “A gente está fazendo o possível e o impossível para apoiar as ações que minimizem os efeitos do Covid, mas eu não posso me limitar a um único assunto. Eu continuo pensando em outras ideias, em outras propostas, procuro pensar fora da casinha e a tecnologia foi um dos temas que defendi na minha campanha. Mas as críticas fazem parte do processo, porque quando nos colocamos em um cargo público estamos sujeitos a pedradas. Continuo aceitando e respeitando quem pensa contraditório, mas me mantenho convicto que esta proposição é importante”, finaliza.
 

O Dia do Orgulho Nerd
O dia 25 de maio foi escolhido para representar o Dia da Toalha em homenagem a Douglas Adams, autor da série O Guia do Mochileiro das Galáxias, que morreu em 11 de maio de 2001. E a sua obra sempre foi um dos cânones da literatura nerd, principalmente ao misturar ficção científica com elementos humorísticos.
A data hoje tem reconhecimento mundial entre as comunidades nerd e geek (enquanto os geeks podem ser vagamente descritos como entusiastas, obcecados por coisas legais e modernas, os nerds, por outro lado, são mais intelectuais e se concentram em adquirir conhecimento profundo em um tema ou área específica).

A primeira vez que alguém decidiu comemorar o tal Dia da Toalha foi em exatamente 2001, quando membros de um fórum inspirado em O Guia do Mochileiro das Galáxias decidiram fazer uma homenagem prática duas semanas após sua morte: saíram às ruas carregando uma toalha nos ombros ou pendurada na mochila – como um verdadeiro mochileiro.
Como Dia do Orgulho Nerd, a celebração é um pouco mais recente. O primeiro relato de uma movimentação da comunidade geek para reafirmar suas preferências foi em 2006, quando um grupo de nerds espanhóis decidiu mostrar que não tem problema em ser a galera excluída do colégio e que gosta de coisas que ninguém mais gosta.

E a escolha da data foi mais do que simbólica. Eles definiram o dia 25 de maio porque foi nesta data, também em 1977, que estreava Star Wars: Episódio IV: Uma Nova Esperança. E nada pode ser mais nerd nesse mundo do que Guerra nas Estrelas.
Controvérsias à parte, a data serve para mostrar que todo o processo, desde a estranheza à aceitação e geração de oportunidades de mercado, deram origem a gerações focadas na tecnologia e na inovação. Se teve algo que o universo nerd ensinou é que não há motivos para pânico. Afinal, o importante é que a Força esteja com você.




Curta o SERRANOSSA