Saúde
02/04/2020 10:59:59, escrita por SERRANOSSA

Concluída primeira etapa da nova UTI do Hospital Tacchini

Nova estrutura é resultado de um trabalho em equipe, marcando início de uma nova era dentro do Tacchini Sistema de Saúde

A primeira etapa das obras de ampliação da UTI Adulto do Hospital Tacchini foi concluída recentemente e os pacientes internados no setor já estão sendo assistidos na nova área. O projeto é reconhecido pela direção da instituição como um divisor de águas, marcando uma nova etapa dentro do Tacchini Sistema de Saúde. “Há mais de três anos estamos construindo esse projeto em conjunto com a Superintendência, com o Conselho de Administração e com as equipes multiprofissionais que atuam na UTI e o resultado é espetacular. Nossas equipes estão motivadas com essa estruturação, a qual nos permite acolher mais pacientes críticos, podendo atender a todos de uma forma ainda mais segura e humanizada”, comemora a diretora técnica medica do Hospital Tacchini, Dra. Roberta Pozza. A próxima etapa, que compreende a modernização da estrutura já existente, já está em andamento e será concluída em três meses, segundo previsão do hospital.

 


Foto: Divulgação/Tacchini

 

Iniciada em julho de 2019, a obra vai resultar em mais 538m² de área, totalizando 1.083m², ou seja, praticamente o dobro do espaço atual. A quantidade de leitos vai aumentar 50%, passando de 20 para 30, sendo todos individuais. “Essa individualização vai nos permitir evoluir para a prática da visita estendida dos familiares, dentro de um regramento instituído pelo hospital e com aval dos médicos intensivistas, que avaliarão caso a caso”, explica a gestora. Recursos tecnológicos de última geração também se fazem presentes na nova UTI. Em cada leito haverá estações estativas, que proporcionam mobilidade e flexibilidade, suportando de forma suspensa diversos equipamentos que monitoram as condições do paciente. Isso elimina excesso de fiações e facilita a higienização. Todos contarão com dispensador eletrônico de medicamentos, acionado através de biometria digital. Paralelo a isso, já está implantado em todos os leitos o prontuário eletrônico, eliminando o uso do papel e tornando o processo assistencial mais preciso, uma vez que o registro é executado no mesmo instante em que a assistência é prestada ao paciente. “Toda equipe de enfermagem está passando por um treinamento. Existe um olhar diferenciado sob toda equipe multiprofissional que participou desse processo”, enfatiza, destacando que os profissionais estão muito motivados nessa nova etapa e que sem eles, os resultados não seriam atingidos.

Com a conclusão da primeira etapa, a estrutura vai ficar formatada de modo a atender algumas particularidades. “Em alguns núcleos, teremos pacientes em recuperação de cirurgias de grande porte, em outros pacientes cardiológicos que precisam de cuidados, bem como pacientes vítimas de AVC Isquêmico Agudo e que não estejam com nenhum tipo de infecção relacionada à assistência em saúde. Isso vai nos permitir oferecer maior segurança dentro do processo de humanização”, anuncia Roberta.

100 vagas de trabalho

Diante da ampliação da UTI, o Hospital Tacchini anunciou a abertura de mais de 100 vagas para profissionais da saúde, entre enfermeiros, técnicos de enfermagem e médicos de diferentes especialidades. “Um dos pontos em que trabalhamos forte foi no perfil do futuro colaborador, inclusive isso faz parte do nosso Planejamento Estratégico. Buscamos profissionais que tenham a empatia, a prática ética, o trabalho em equipe e a excelência presentes no seu dia a dia. Afinal, junto com a sustentabilidade e a inovação, esses são nossos norteadores para a construção de todos os projetos”, adianta a diretora técnica. “Queremos que os pacientes saiam recuperados ou melhores e aqueles em que não for possível a recuperação, que as famílias encontrem em nós uma equipe que fez tudo o que tinha a seu alcance para acalentar o sofrimento e oferecer conforto enquanto uma instituição de saúde”, conclui.

De olho na demanda regional

O fato de Bento Gonçalves integrar um dos destinos turísticos mais procurados no país e de ser cidade-sede de feiras importantes resultou na tomada de atitudes importantes por parte da administração do Hospital Tacchini. “Há mais de sete anos, percebemos a demanda regional em termos de mais leitos de UTI e isso nos fez instituir algumas ações para suprir essa carência. Um exemplo são alguns leitos que dispomos no Pronto-socorro para atender pacientes que chegam ao hospital em estado crítico”, relata a Dra. Roberta. Ela lembra que, em 2013, a UTI passou por uma primeira reestruturação, passando a dispor de equipamentos de última geração e equipes especificamente qualificadas para atuar no setor.

Fundada em 1981, a UTI Adulto contava até então com 20 leitos, sendo o atendimento prestado a pacientes particulares, oriundos de convênios e do SUS, sendo neste caso, regulada pela central de leitos do Estado.
 




Curta o SERRANOSSA