Saúde
19/05/2020 10:45:50, escrita por SERRANOSSA

Ministério da Saúde habilita 10 leitos de UTI para o Hospital São Pedro de Garibaldi

O Hospital Beneficente São Pedro (HBSP) de Garibaldi, passará a contar com 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) a partir da próxima semana. A habilitação para a montagem da UTI foi publicada nesta terça-feira, 19/05, no Diário Oficial da União, após grande mobilização do poder público municipal, de entidades, empresas e da comunidade garibaldense. 


 

No início deste mês de maio, o espaço de 500m² que receberá a UTI foi oficialmente entregue, como ala de tratamento a pacientes acometidos pela COVID-19.
 
A Prefeitura de Garibaldi destinou R$ 1 milhão para o novo espaço. Desse total, R$ 500 mil foram repassados no fim de 2019, quando a ideia era construir uma nova maternidade, e mais R$ 500 mil foram destinados para a adaptação do espaço e aquisição de equipamentos para a implantação da UTI.
 
No mês de março, uma campanha engajou inúmeras pessoas para a aquisição de respiradores, cujas doações contabilizaram cerca de R$ 900 mil.



 
A solicitação para a implantação da UTI no município ocorreu há cerca de duas semanas, quando o município encaminhou o pedido à Secretaria Estadual da Saúde e, então, ao Ministério da Saúde.
 
“Isso tem um valor inestimável para a vida. Termos condições de tratar os doentes próximo de nós é uma conquista sem tamanho”, afirma o prefeito Antonio Cettolin. “Esta pandemia veio para nos ensinar novos caminhos e que precisamos mudar muitas coisas. Diante das dificuldades algo pode surgir”, avalia.
 
Segundo o diretor do corpo clínico do HBSP, Rodrigo Jacobi, a UTI deve entrar em funcionamento na próxima semana, de acordo com os moldes determinados em vistoria feita no hospital. A entidade está definindo o espaço para onde serão transferidos os pacientes que atualmente estão em isolamento na área que receberá a UTI.
 
“Garibaldi conta com toda a rede de atendimento para o Covid-19, desde a primeira consulta, testes para a doença, a internação hospitalar e agora a UTI”, lembra a secretária municipal da Saúde, Simone Agostini de Moraes.
 
“A UTI de campanha foi habilitada para 90 dias, que podem ser prorrogados, exclusivamente para a COVID-19”, explica o diretor do HBSP, Jaime Kurmann. “Mas nosso próximo desafio após a pandemia é aprovar o projeto para manter a UTI permanentemente em nosso hospital, para colocar Garibaldi em um novo patamar.”

Fotos: Divulgação




Curta o SERRANOSSA