Saúde
19/05/2020 16:39:10, escrita por SERRANOSSA

COVID-19: Hemocentro inicia coleta de plasma de curados para tratamento de pacientes

Nesta semana, o Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) iniciará a coleta de plasma de pessoas recuperadas da COVID-19, a fim de aplicar, experimentalmente, em pacientes internados com a doença. De acordo com o enfermeiro responsável pelo setor de coleta do Hemocentro, Marcos Carvalho, até o momento o único hospital que receberá os plasmas será o Virvi Ramos (antigo Hospital Fátima), de Caxias do Sul. O hospital foi o único da região, até o momento, a adotar um protocolo já aprovado pela Nota técnica 19/2020 da Anvisa, para uso de plasma convalescente no tratamento de pacientes internados em estado grave (UTI), em decorrência da COVID-19. O protocolo foi aprovado pela secretaria municipal de Saúde e pelo Comitê de Ética e pesquisa do Hospital. Os dados coletados farão parte de uma pesquisa científica.


 

“Hoje já estamos captando as pessoas voluntárias. A partir de amanhã estaremos realizando agendamentos para entrevistas”, informa. De acordo com Carvalho, o voluntário que aceitar realizar a doação do plasma deve estar há 28 dias sem sintomas da COVID-19. A coleta, então, será realizada em duas etapas: no primeiro dia, a pessoa passará por entrevistas e exames, a fim de avaliar seu estado de saúde. Em outro dia, será realizada a coleta. 

A médica intensivista do Hospital Virvi Ramos, Eveline Gremelmaier, complementa que o doador deve ser do sexo masculino, com idade entre 18 e 60 anos, e não pode ter sido internado em estado grave. "A escolha inicial por homens é por correr menor risco de causar reações adversas. Vale destacar também a necessidade da compatibilidade sanguínea e que é necessário que o doador tenha comprovação da infecção pelo teste de PCR e que tenha sido assintomático ou com sintomas leves. Quem internou em estado grave, com uso de ventilação, mesmo que esteja recuperado, não pode doar", esclarece.

Homens que se enquadrem nesse perfil podem agendar uma entrevista com o Hemocentro pelo telefone (54) 3290-4543.

Foto: Fernando Frazão
 




Curta o SERRANOSSA