Saúde
21/05/2020 11:26:15, escrita por Eduarda Bucco

Tacchini aguarda a habilitação de mais 5 leitos de UTI para atender pacientes de COVID-19 pelo SUS

Nesta semana, o Rio Grande do Sul passou a contar com mais 270 leitos de unidade de tratamento intensivo (UTIs), adulto e pediátrico, para atendimento de pacientes da COVID-19. Garibaldi e Caxias do Sul foram contempladas com 10 leitos cada, os quais serão custeados pelo governo federal. A diária de cada leito é de R$ 1,6 mil. 


 

Em Bento Gonçalves, o Hospital Tacchini também aguarda a habilitação de UTIs pelo Ministério da Saúde. O objetivo é que sejam habilitados mais 5 leitos pelo SUS, subindo para um total de 18 UTIs. Se habilitados, os 5 novos leitos serão destinados, exclusivamente, para o atendimento de pacientes com a COVID-19.

Atualmente, o Tacchini conta com 40 leitos de UTI (sendo 10 provisórios para a pandemia). Desses, 13 são para atendimento de pacientes pelo SUS e, o restante, para aqueles que possuem plano de saúde. Com a habilitação dos outros 5 leitos, a divisão passará a ser 18 para o SUS e 22 para o particular. 

Atualmente, os 13 leitos de UTI voltados ao SUS atendem todas as enfermidades, e não apenas a COVID-19. Dessa forma, a estrutura tem se mostrado insuficiente diante da demanda, o que tem levado a transferências de moradores de Bento Gonçalves para hospitais de outros municípios gaúchos, como Canoas, Santa Cruz do Sul e Caxias do Sul. Essas transferências ficam a cargo da Central de Leitos do Estado, que define qual hospital tem a melhor estrutura para atender cada paciente.

Assim que habilitados, os 5 novos leitos pelo SUS terão validade de 90 dias. 

Foto: André Azevedo




Curta o SERRANOSSA