Saúde
29/06/2020 10:24:04, escrita por SERRANOSSA

Projeto de ventilador pulmonar da UCS é escolhido em seleção da Petrobras

O desenvolvimento de um ventilador pulmonar mecânico de baixo custo, coordenado pelo Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação da Universidade de Caxias do Sul – TecnoUCS, receberá aporte de R$ 100 mil da Petrobras. O projeto local, denominado Frank 5010, foi um dos quatro escolhidos em todo o país em uma seleção pública promovida pela companhia em parceria com o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Bicombustíveis (IBP).


 

No momento, uma série de especificações solicitadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estão sendo providenciadas pelos professores e engenheiros envolvidos no projeto, visando à obtenção de registro para produção em série do equipamento. O custo estimado de produção do Frank 5010 é de R$ 20 mil por unidade. A meta é fabricar e distribuir ao menos 300 unidades gratuitamente para a rede de Saúde.

Ao todo, a iniciativa da Petrobrás e do IBP vai injetar R$ 1,4 milhão em projetos para acelerar a fabricação de ventiladores pulmonares. Além do Frank 5010, foram escolhidos o modelo 3D Breath, da empresa ArcelorMittal Brasil; o VexCO, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e o Caninga- ISI-ER, do Senai do Rio Grande do Norte. Cada um recebeu R$ 100 mil.

O desenvolvimento técnico do ventilador reuniu 12 empresários das áreas de engenharia mecânica, eletrônica, pneumática e mecatrônica, da metalurgia, usinagem de alta precisão e tecnologia da informação. Cerca de 30 outras empresas e pessoas físicas contribuíram no andamento do projeto. A coordenação é de professores ligados ao TecnoUCS, com orientação técnica da direção clínica do Hospital Geral.

Foto: Mosart Longhi/ divulgação TecnoUCS
 




Curta o SERRANOSSA