Saúde
26/05/2021 13:38:20, escrita por SERRANOSSA

Tacchini conta com apoio do IFRS para armazenar medicamentos

O lote de ampolas do anestésico Atracurium, que foi importado da Turquia pelo Tacchini, chegou a Bento Gonçalves no início desta semana. O hospital contará mais uma vez com a parceria do Campus Bento Gonçalves do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), dessa vez para realizar o armazenamento do medicamento, que precisa ser conservado em câmara fria. 

O Atracurium é responsável por interromper a transmissão neuromuscular dos impulsos nervosos, causando a paralisia dos músculos e, consequentemente, viabilizando a intubação do paciente pelo anestesiologista. O Gerente Administrativo e Financeiro do Hospital, Marcos Larroyd, salienta que o mercado nacional está desabastecido desse produto, devido ao enfrentamento à pandemia da Covid-19 e que o medicamento será retirado conforme a demanda, em um período de até dois meses.

Após apresentar uma queda, o Hospital Tacchini voltou a registrar neste mês um grande aumento no número de atendimentos da estrutura Fast Track e na quantidade de pacientes com necessidade de tratamento intensivo. A intubação é realizada para preservar a respiração de pacientes durante tratamentos que exigem sedação, ou em casos graves de complicação respiratória, como aqueles decorrentes da Covid-19. 

O Diretor-geral do Campus, professor Rodrigo Otávio Câmara Monteiro, ressalta a satisfação do IFRS em poder prestar esse serviço à comunidade de Bento Gonçalves e região e informa que apesar de todas as dificuldades ocasionadas pelas restrições orçamentárias, os equipamentos que foram disponibilizados para o armazenamento dos medicamentos foram revisados na semana anterior, passando por uma manutenção que incluiu a troca de peças.
 




Curta o SERRANOSSA