Segurança
04/08/2011 08:57:50, escrita por SERRANOSSA

BM busca autorização para formar novos soldados

Formação reduziria problemas de efetivo insuficiente em Bento Gonçalves

O efetivo insuficiente da Brigada Militar em Bento Gonçalves pode ser amenizado através da formação de uma nova turma de soldados. A estimativa do 3º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (3º BPat) é conseguir autorização do Governo do Estado para iniciar o curso de formação ainda neste ano. “Uma nova turma já havia sido aprovada pela ex-governadora Yeda Crusius, restando apenas a implementação pelo atual governo, o que esperamos que aconteça em breve”, explica o comandante do 3º BPat, Major Paulo Marinho.

A ideia é repetir o que ocorreu em 2010, quando 67 novos soldados foram formados em Bento e 34 permaneceram na cidade. Os demais, segundo Marinho, foram designados para outros municípios dentro da área de atuação do 3º BPat.

Segundo o comandante, os problemas com o efetivo aquém do necessário existem desde 1988 em Bento Gonçalves. Apesar do ingresso de novos soldados continuamente, muitos se aposentam, o que acaba fazendo com que nunca se atinja o número de soldados necessário para atender à demanda do município. “Sem contar que temos muitos que já estão com tempo de serviço suficiente para se aposentar, mas continuam atuando em funções administrativas, o que auxilia muito”, conta.

Poucos candidatos

Um dos aspectos que chama a atenção em relação a concursos para a Brigada Militar é a baixa procura por candidatos da Serra por vagas. “São poucos os candidatos da região, o que faz com que, mais cedo ou mais tarde, eles deixem a corporação para retornar às cidades de origem”, lamenta o Major.

Emprego de efetivo

Segundo o comandante da 1ª Companhia do 3º BPat, capitão Reni Onírio Zdruikoski, a maior dificuldade é em relação à divisão dos soldados em quatro turnos diários. “O policial é como qualquer outro trabalhador, ele tem uma carga horária máxima de trabalho, o que exige que façamos a divisão em quatro turnos de seis horas a cada 24 horas”, detalha. Uma das alternativas encontradas para otimizar a divisão é a ampliação do número de horas extras.

O debate acerca das dificuldades de equiparar o número de soldados da BM com a demanda de Bento Gonçalves foi tema da reunião sobre segurança pública realizada na última semana com comerciantes associados ao Sindilojas.

Greice Scotton

 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br




Curta o SERRANOSSA