Segurança
28/08/2019 16:31:36, escrita por SERRANOSSA

Município de Garibaldi recebe reforços na segurança pública

Para reforçar a segurança da região, dois novos policiais passarão a integrar a Brigada Militar de Garibaldi, além de outros dois em Carlos Barbosa.

O contingente do Batalhão Rodoviário Estadual também contará com 14 novos agentes. “Estamos trabalhando para o incremento de recursos humanos e também a infraestrutura”, lembra o prefeito Antonio Cettolin, em alusão à sede do 3º Batalhão Rodoviário da Brigada Militar (3ºBRBM).

O espaço de 952m² contará com investimento de mais de R$ 2 milhões, viabilizados por empresas de Garibaldi e Carlos Barbosa, com mobilização do Poder Público, e será inaugurado no dia 3 de outubro. Na próxima sexta-feira, dia 30, às 10h30 acontece uma visita à obra reunindo autoridades, empresários e imprensa.

As instalações administrativas do 3º BRBM abrangem a Brigada Militar da Serra Gaúcha, Região Metropolitana de Porto Alegre e Litoral Norte do Estado. A sede ainda terá alojamentos masculinos e femininos, auditório, almoxarifado, escolinha de trânsito, salas de ensino e treinamento a cerca de 50 pessoas. Também atuarão nas novas instalações o Pelotão Rodoviário de Garibaldi e o Pelotão de Operações Especiais (POE).

O secretário municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Carlo Mosna, afirma que seguem as tratativas com a Secretaria Estadual para a vinda de mais efetivo para a Brigada Militar e Polícia Civil. “Mantemos contato constante com o secretário Ranolfo solicitando equipamentos e, principalmente, contingente”, afirma Mosna.

“Estamos trabalhando atentamente em contato diário com os órgãos de segurança, com estratégias e equipamentos de alta tecnologia para melhorar a cada dia a segurança em nosso município”, garante o secretário. “Graças ao empenho da Brigada Militar e Polícia Civil, temos baixos índices de criminalidade em Garibaldi, em comparação a outros municípios da região, com a redução de homicídios, furtos, assaltos, além da desarticulação de possíveis facções criminosas”, completa.
 



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA