Segurança
30/12/2019 10:00:28, escrita por SERRANOSSA

Relatório feito pelo governo do Estado aponta redução da criminalidade no RS

O ano de 2019 marcou uma série de inovações nas políticas da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Mudanças que permitiram à pasta avançar em sua missão de proporcionar um Rio Grande do Sul mais seguro, reduzindo os índices de criminalidade aos menores níveis da última década. Essa é uma das conclusões do relatório Ações 2019, lançado pelo governo do Estado nesta segunda-feira (30/12).

Em 32 páginas, o documento produzido pela Coordenadoria de Comunicação da SSP, com auxílio das áreas técnicas da secretaria e das instituições vinculadas, traz um balanço dos resultados alcançados em 2019. Além de detalhar as políticas de gestão implantadas pela pasta, o relatório traz números das ações executadas por Brigada Militar (BM), Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Instituto-Geral de Perícias (IGP) e Departamento Estadual de Trânsito (DetranRS).

A utilização de evidências científicas, bem como o foco territorial nos 18 municípios que concentraram os maiores índices de violência nos últimos 10 anos, foram instrumentos fundamentais para que o Estado registrasse quase 600 homicídios e 5 mil roubos de veículos a menos entre janeiro e novembro, na comparação com igual período do ano passado. O total de vítimas de homicídio entre janeiro e novembro foi de 1.616, menor acumulado desde 2007, quando houve 1.519 mortes Em relação ao ano passado, a queda é 26,2%. Os latrocínios caíram 21,7%, de 83 para 65, o menor número desde 2009, que teve 57 casos. Considerando a diferença entre o total de homicídios e latrocínios entre janeiro e novembro de 2018 e deste ano, 593 vidas foram preservadas. Na mesma comparação, também deixaram de ocorrer 4.822 roubos de veículos e 6.937 roubos em todo o Estado.


Foto: Divulgação/SSP

 

O relatório detalha ainda os investimentos de quase R$ 140 milhões, que permitiram a aquisição de mais de 600 viaturas, quase 350 armamentos e 9,6 mil coletes balísticos, além de outros equipamentos, para reforçar a ação das instituições. As estratégias de distribuição, o incremento de efetivos e a divulgação de um cronograma de chamamento de concursados – que permitirá a reposição de forma planejada e responsável, minimizando defasagens –, também estão entre as realizações de 2019.

Clique aqui e confira a íntegra do relatório Ações 2019 da SSP.




Curta o SERRANOSSA