Segurança
26/05/2020 09:37:58, escrita por Eduarda Bucco

Trotes para a Brigada Militar de Bento têm aumento de 30% durante a pandemia

Os reflexos das medidas de restrição impostas devido à pandemia do novo Coronavírus estão sendo sentidos em todos os setores da sociedade. No 3º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (3º BPAT), com sede em Bento Gonçalves, as equipes têm relatado um aumento significativo no número de trotes: 30% desde o início da pandemia. Segundo o subcomandante do batalhão, major Luis Fernando Becker, o índice pode estar diretamente ligado à suspensão das aulas presenciais, o que tem aumentado o tempo ocioso de crianças e adolescentes na região. 

“A gente verifica o trote muitas vezes efetuado por crianças e adolescentes que, simplesmente, pegam um telefone qualquer e ligam através do 190, às vezes fazendo alguma piada ou simplesmente efetuando a ligação”, relata. 


 

Mesmo parecendo inocente, a prática pode resultar em sérios prejuízos para a comunidade. “Nesse momento em que a pessoa que passa o trote está ocupando a linha telefônica, talvez um morador precisasse efetuar a ligação para o 190 e não consegue. Por isso existe a reclamação dos números ocupados”, explica o major. 

Ainda segundo o subcomandante, antes da pandemia a maior ocorrência de trotes era percebida durante o intervalo escolar. Entretanto, com os estudantes em casa, as ligações passaram a ser constantes e em horários diversos. “Normalmente realizamos orientações em palestras, pelo Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência). Mas se for um caso contundente e haja flagrante, pode ser feito um termo circunstanciado contra o autor, caso esse seja maior idade [ou contra os seus responsáveis]”, alerta. 

Foto: Eduarda Bucco




Curta o SERRANOSSA