Vida & Estilo
27/01/2012 15:35:54, escrita por SERRANOSSA

Duas novas vacinas para crianças

Aplicações serão iniciadas no segundo semestre e incluem vacina injetável contra a poliomielite

A partir do segundo semestre deste ano, o Calendário Básico de Vacinação da Criança terá duas novas vacinas, a pentavalente (que reúne em uma só dose a proteção contra cinco doenças) e a Vacina Inativa Poliomielite (VIP).

A vacina pentavalente será aplicada em crianças aos dois, aos quatro e aos seis meses de idade. A pentavalente combina a vacina tetravalente com a vacina contra a hepatite B. Após a aplicação, a criança receberá proteção contra difteria, tétano, coqueluche, haemophilus influenza tipo b (bactéria que pode causar meningite) e hepatite B. A criança ainda deverá manter os dois reforços da vacina DTP (difteria, tétano, coqueluche), a partir dos 12 meses e, o segundo reforço, entre quatro e seis anos.

Apesar do novo esquema de vacinação e inclusão da imunização contra hepatite B, os recém-nascidos continuam a receber a dose da vacina nas primeiras 12 horas de vida, para evitar a transmissão da mãe para o bebê.

Outra novidade para esse ano será o acréscimo da vacina contra poliomielite injetável, a VIP. Essa mesma vacina é utilizada em países que já erradicaram a poliomielite. Ela será aplicada somente em crianças que estão iniciando o calendário de vacinação, aos dois e aos quatro meses de idade. A vacina oral (gotinha) será utilizada nos reforços, aos seis e aos 15 meses. Segundo informações do Ministério da Saúde, a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) recomenda que os países das Américas continuem utilizando a vacina oral, com vírus atenuado, até a erradicação mundial da poliomielite, o que garante uma proteção de grupo. O vírus ainda circula em 25 países. O Brasil utilizará um esquema sequencial, com as duas vacinas, aproveitando as vantagens de cada uma, mantendo, assim, o país livre da poliomielite. Dentro de quatro anos, o Ministério da Saúde, deverá transformar a pentavalente em heptavalente, com inclusão das vacinas inativada poliomielite e meningite C conjugada. 

Calendário de vacinação infantil*

Ao nascer
BCG-ID - Dose única
Hepatite B - 1ª dose

Dois meses
Pentavalente - 1ª dose
Vacina Poliomielite Inativada (VIP) - 1ª dose
Vacina Oral Rotavírus Humano - 1ª dose
Vacina Pneumocócica 10 - 1ª dose

Três meses    
Vacina Meningocócica C - 1ª dose

Quatro meses
Pentavalente - 2ª dose
Vacina Poliomielite Inativada (VIP) - 2ª dose
Vacina Oral Rotavírus Humano - 2ª dose
Vacina pneumocócica 10 - 2ª dose

Cinco meses  
Meningocócica C - 2ª dose

Seis meses     
Pentavalente - 3ª dose
Vacina Oral Poliomielite - 3ª dose
Vacina Pneumocócica 10 - 3ª dose

Nove meses   
Febre Amarela - Dose Inicial

12 meses       
Tríplice viral - 1ª dose
Vacina Pneumocócica 10 - Reforço

15 meses       
Tríplice bacteriana (DTP) - 1º Reforço
Vacina Oral Poliomielite - Reforço
Meningocócica C - Reforço      

Quatro anos   
Tríplice bacteriana (DPT) - 2º Reforço
Tríplice viral - 2ª dose

Dez anos        
Febre Amarela - Uma dose a cada dez anos

 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Grupo SerraNossa




Curta o SERRANOSSA