Vida & Estilo
22/06/2012 15:53:00, escrita por SERRANOSSA

Piercing exige muito cuidado

Quem quer desfilar com o acessório deve estar ciente dos perigos à saúde

Os piercings ou alargadores de orelhas têm seus primórdios ligados às tribos indígenas e também estão presentes em diversas culturas como forma de expressão ou simplesmente como estilo. A aplicação exige cuidados principalmente com a higiene pessoal contínua. 

O diretor da Rollins Tatto, de Bento Gonçalves, Rodrigo Cenci, diz que as principais regiões que são colocadas piercing são nariz, umbigo, orelha e língua. É preciso lavar bem as mãos para evitar a proliferação de bactérias ao tocar no local onde foi aplicado o acessório. “O objeto é esterilizado antes do procedimento, mas é preciso muita higiene pessoal para não infeccionar, após a aplicação”, diz o profissional.

No caso de piercing na língua, o profissional recomenda ainda mais dedicação com limpeza. “Após aplicar um piercing na língua, é preciso esterilizar o local a cada refeição, escovar bem a língua, usar antisséptico bucal e evitar contato oral com outras pessoas até a cicatrização, que demora, no mínimo, um mês”, recomenda. 


Como escolher a joia ideal?

Os materiais mais adequados são o aço cirúrgico, titânio e ouro branco, pois oferecem menos chance de infecções. As peças de aço revestido (em geral coloridas) podem descascar com o tempo e a tinta pode irritar o local do furo


Cuidado após aplicar o piercing

*Os primeiros sinais de infecção são: ardência, dor e calor no local, até mesmo mais de cinco dias depois da colocação, que pode evoluir para febre sem motivo aparente. Em caso de qualquer um desses sintomas, procure um médico;

*A alimentação também influencia nos cuidados. Depois da perfuração, é bom evitar comer alimentos muito gordurosos, principalmente carne de porco e ovo, por um mês, pois podem dificultar a cicatrização;

*A limpeza da peça, com água e sabão, é algo de que poucos se lembram de fazer. Além disso, deve-se lavar o local do furo com um sabonete antibacteriano na hora do banho. Outra indicação é utilizar spray antisséptico no local. O número de aplicações depende do local do piercing e do tipo do medicamento, por isso é importante a indicação de um dermatologista;

*Em geral, um mês depois da colocação a pessoa está livre dos cuidados mais específicos, mas a limpeza é necessária sempre. Também é preciso evitar atritos na região que foi furada, que podem resultar em lesões.

 
Tempo de cicatrização

Cartilagem da orelha: um ano
Língua: quatro a seis semanas
Lábio: duas a seis semanas
Sobrancelha: seis a oito meses
Nariz, umbigo e mamilo: seis meses
Clitóris: quatro a oito semanas
Períneo: dois a seis meses
Pênis: oito semanas

Fonte: Minha Vida


Origem

Existem achados arqueológicos que indicam que o homem já furava a pele para aplicar apetrechos há 2.000 anos. No entanto, a prática não possui uma origem definida. Em certas culturas, os brincos sinalizavam a posição social de quem os usava. Na Índia, o brinco no nariz significa que aquela pessoa vem de uma família importante. Na Roma antiga, os brincos no mamilo significavam virilidade e coragem. A cultura moderna da aplicação desses brincos, hoje conhecidos como piercings, surgiu na década de 70, com a ascendência do movimento punk. Eles eram usados como forma de protesto, para chamar a atenção da população. Na atualidade, o piercing perdeu a conotação revolucionária. Os brincos podem ser aplicados em quase todos os lugares do corpo e são vastamente usados como adereços de moda.

Fonte: Guia dos Curiosos

Curiosidades

*Para os esquimós do Alasca, piercings no lábio e na língua significavam o momento da transição para o mundo adulto e que a criança tinha se tornado caçador;

*Na Índia é muito comum, sobretudo as mulheres, furarem o nariz, o septo nasal e as orelhas. O piercing da ala do nariz é proveniente da Índia, onde se reservava às castas mais altas, já o septo nasal perfurado é originário da Nova-Guiné;

*Na época dos faraós, o piercing no umbigo era exclusivo da família real.

 
Reportagem: Alexandra Duarte


Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA




Curta o SERRANOSSA