Vida & Estilo
13/07/2012 14:04:58, escrita por SERRANOSSA

Canela para saborear e proteger

Além de enriquecer receitas, especiaria ajuda no controle do colesterol e do diabetes

Com um chá quentinho, acompanhando a banana e até mesmo em um delicioso bolo. A canela dá um gostinho especial até nos pratos mais simples – e não é somente o paladar que essa especiaria agrada. Seja em pau ou em pó, a canela oferece diversos benefícios para a saúde. “Os óleos essenciais presentes na canela são os responsáveis por esses efeitos positivos. Meia colher de chá do pó por dia é suficiente para sentir a diferença”, afirma a nutricionista Viviane Pereira.

O nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia, explica que a canela é rica em cromo, um elemento químico que aumenta a sensibilidade à insulina e ajuda no controle da glicemia do sangue. Um estudo realizado pela Kansas StateUniversity, nos Estados Unidos, constatou que o consumo de meia colher de sopa da especiaria por dia tem papel importante no combate ao colesterol. Após seis meses de estudos, foi observado que 70% dos pacientes favoráveis à inclusão da canela na dieta tiveram uma redução de 10% dos níveis do colesterol ruim, 30% nos triglicérides (gorduras do sangue), e de 1% a 26% do colesterol total.

Segundo Navarro, a ação antioxidante vem dos compostos bioquímicos fenólicos presentes na canela. “Quadros inflamatórios, como obesidade, diabetes, colesterol alto e síndromes metabólicas no geral, geram estresse oxidativo. Os antioxidantes combatem os radicais livres, responsáveis por esse processo”, afirma o especialista.

 
A polêmica da hipertensão

Alguns especialistas pedem que pacientes hipertensos evitem consumir canela, porque ela poderia atrapalhar no controle do problema. Enquanto isso, estudos tentam provar o contrário: uma pesquisa recente, realizada pela Thames Valley University, de Londres, mostrou que indivíduos com diabetes tipo 2 observaram níveis de pressão sanguínea reduzidos ao consumir quantidades pequenas de canela por dia. Mas ainda é cedo para afirmar que se trata de uma regra. Se a hipertensão arterial preocupa você, o ideal é perguntar a opinião de um médico antes de consumir a especiaria, evitando qualquer tipo de alteração nos valores.

 
Por Manuela Pagan
Fonte: Minha Vida

(www.minhavida.com.br)


Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA




Curta o SERRANOSSA