Vida & Estilo
27/07/2012 14:33:22, escrita por SERRANOSSA

Você sabe cuidar da sua higiene íntima?

Saiba o que especialistas pensam sobre lavar calcinhas no banheiro e depilação, entre outros

Se bons hábitos de higiene são fundamentais para a saúde do corpo, com a área íntima feminina esses cuidados devem ser dobrados. Um simples descuido pode aumentar o risco de proliferação de bactérias, infecções e doenças, como a candidíase. “Além de ser importante para a saúde, a higienização íntima ajuda na autoestima da mulher, que se sente mais segura”, afirma o ginecologista Rogério Leão, membro do Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia. 

Há muitos mitos sobre o que é permitido ou não para garantir uma higiene nota 10. Será que você está fazendo tudo certo para se proteger? Confira as principais dúvidas das mulheres e as respostas dos especialistas. 


*Qual é o melhor tecido para a calcinha?

O melhor tecido para calcinhas é o de algodão, pois permite mais ventilação e evita a transpiração e maior secreção local, que são as portas de entrada para infecções. “Os tecidos sintéticos causam reações alérgicas com mais frequência do que o algodão”, explica o ginecologista Rogério Leão, membro do Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia.
 

*Existe algum problema em usar calcinha fio dental todos os dias?

A calcinha fio dental gera um atrito maior contra a pele da região genital e do ânus, podendo causar pequenas lesões. De acordo com Rogério Leão, esses machucados quebram a barreira protetora que a pele oferece e deixa a área mais vulnerável à ação de agentes infecciosos. “Essas calcinhas também são mais apertadas e provocam sudorese local, o que deixa a região mais úmida e quente, propiciando a proliferação de fungos e bactérias”, conta o ginecologista.
 

*De quanto em quanto tempo deve ser feita a troca do absorvente?

A ginecologista Daniela Gouveia, do Femme Laboratório da Mulher de São Paulo, afirma que o ideal é que a mulher fique no máximo cinco horas com os absorventes internos, pois o risco de infecções e proliferação de bactérias com esse tipo de absorvente é maior. Já os absorventes externos apresentam menos risco à saúde, mas é preferível que a pele não fique em contato com o fluido menstrual por muito tempo, exigindo trocas a cada quatro horas.
 

*É recomendável usar absorventes fora do período menstrual?

Absorventes fora do período menstrual devem ser evitados, pois deixam a vagina mais úmida e facilitam infecções. “Caso seja extremamente necessário, utilize absorventes respiráveis – sem película plástica – com troca a cada quatro horas, no mínimo”, explica Rogério Leão.
 

*Sabonetes de higiene íntima podem ser usados todos os dias?

Segundo a ginecologista Valéria Gonçalves, os sabonetes íntimos foram feitos para serem usados diariamente. “Esses produtos são capazes de manter o pH vaginal mais próximo do fisiológico, que é ácido, e torna o ambiente mais propício para o desenvolvimento de agentes de defesa, dificultando o aparecimento de germes”, explica.
 

*Duchas e limpezas na parte interna da vagina são recomendadas?

Lavagens internas podem prejudicar a defesa natural do corpo e causar irritação da mucosa, causando coceiras e inflamações. “É preciso tomar cuidado também com o esforço que se faz para lavar a área genital mesmo externamente, pois a mulher também pode machucar a mucosa genital dessa forma”, conta o ginecologista Rogério Leão.

*Corrimento vaginal é normal?

Todas as mulheres em idade fértil podem ter um corrimento vaginal normal, chamado de corrimento fisiológico ou secreção fisiológica. “Ele consiste na combinação de células mortas da vagina, bactérias naturais da flora vaginal e secreção de muco”, afirma Leão. O corrimento vaginal normal costuma ser branco, leitoso ou transparente, sempre sem odor.
 

*Posso depilar toda a área íntima sem problemas?

A depilação de toda a região genital não apresenta riscos à saúde e pode ser realizada normalmente. Porém, a depilação com lâminas é a menos recomendada pelo maior risco de irritação local, gerando coceira e lesões.

*É recomendável dormir sem calcinha?

Dormir sem calcinha favorece a ventilação da região genital e mantém o pH vaginal fisiológico. Caso você não se sinta confortável para dormir sem calcinha, o ideal é usar roupas largas e de algodão.
 

*Roupas apertadas prejudicam a saúde íntima da mulher?

Roupas justas demais causam maior aquecimento local, mais corrimento e risco maior de infecções por fungos e bactérias. “Em dias quentes, esses riscos são exacerbados, pois há maior transpiração no local e a área fica úmida”, alerta Rogério Leão.
 

*É permitido lavar as calcinhas durante o banho?

Não há nenhum problema em lavar as calcinhas no chuveiro. A água quente até ajuda a eliminar bactérias. Mas o sabonete precisa ter um pH neutro, como o sabão de coco, para não facilitar a proliferação de bactérias. O melhor é não deixá-las secando no box, para que a peça não fique úmida por mais tempo em razão do vapor de água.

 
Por Letícia Gonçalves
Fonte: Minha Vida

(www.minhavida.com.br)


Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA




Curta o SERRANOSSA