Vida & Estilo
16/01/2019 14:04:47, escrita por SERRANOSSA

Campanha sugere que mulheres não depilem nenhuma parte do corpo e postem fotos nas redes sociais

Mulheres postando (orgulhosas) fotos de axilas e pernas peludas nas redes sociais não era uma cena muito comum até um tal de “Januhairy” começar a ser difundido nas redes sociais. Pois saiba que a campanha, uma junção das palavras january (janeiro) e hairy (peludo), acabou tendo repercussão em todo o mundo. Faça um teste: pesquise pela hashtag #januhairy no Facebook ou no Instagram ou acesse a fanpage https://www.facebook.com/Januhairyy/. Viu? 

A ideia é não depilar nenhuma parte do corpo, principalmente as axilas e as pernas, e postar fotos com a hashtag #januhairy. “É uma experiência para as mulheres se unirem e encorajarem umas às outras. A aceitação de pelos corporais em mulheres infelizmente ainda é uma situação difícil”, diz o texto de lançamento da campanha. 

 


Isaac Small

 

O movimento, que surgiu na Inglaterra e se espalhou rapidamente pelos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Espanha e Rússia, tem como objetivo promover a aceitação do corpo feminino com pelos. O que pouca gente sabe é que a iniciativa vai além de fotos e curtidas: o objetivo é arrecadar mil libras para a instituição de caridade Body Gossip, um programa educativo que ensina imagem corporal aos jovens.

 


Laura Jackson, de 21 anos, foi quem começou o movimento na Inglaterra. Foto: reprodução

 

"Esta não é uma campanha raivosa para pessoas que não veem como normais os pelos do corpo. É um projeto de capacitação para que todos entendam mais sobre si mesmos e sobre os outros", esclarece a estudante Laura Jackson, de 21 anos, que começou o movimento.

 




Curta o SERRANOSSA