Vida & Estilo
03/06/2019 13:59:26, escrita por SERRANOSSA

Hospital Tacchini dá dicas de como evitar e identificar o sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, causada por um vírus, muito contagiosa e grave, que pode ser contraída em qualquer idade. Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo, entretanto, o país enfrenta desde o ano passado dois surtos da doença na região norte, além de casos isolados e relacionados à importação identificados em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rondônia e Rio de Janeiro.

O Serviço de Medicina Preventiva do Plano de Saúde Tacchimed dá dicas sobre como identificar a doença, bem como preveni-la. A transmissão do sarampo ocorre por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Por isso o elevado poder de contágio da doença. A incidência, a evolução clínica e a letalidade são influenciadas pelas condições socioeconômicas, nutricionais, imunitárias e àquelas que favorecem a aglomeração em lugares públicos e em pequenas residências.

Sintomas

Entre os sintomas estão febre alta (acima de 38,5°C), dor de cabeça, manchas vermelhas (primeiramente no rosto e atrás das orelhas e, em um segundo momento, por todo o corpo), tosse, coriza, conjuntivite e manchas brancas na mucosa da boca (aparecem 1 a 2 dias antes das manchas vermelhas).

Prevenção

A vacina é a única maneira de prevenir a doença. Crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade devem tomar duas doses: uma aos 12 meses (vacina Tríplice Viral) e outra aos 15 meses (Tetra Viral). Já as crianças de 5 a 9 anos, que não foram vacinadas anteriormente, precisam ser imunizadas com duas doses da Vacina Tríplice. A preocupação também se estende a adolescentes e adultos: entre 10 e 29 anos, a indicação é tomar duas doses da Vacina Tríplice, enquanto que para quem tem entre 30 e 49 anos uma dose é suficiente. Nos pacientes acima de 50 anos, a imunização obedece a critérios médicos (risco de exposição e viagens, por exemplo).

Quem fez a vacina contra o sarampo conforme o preconizado para sua faixa etária não precisa receber a vacina novamente. Vale lembrar que a vacina não deve ser feita em menores de 6 meses de idade, em pessoas com casos suspeitos da doença e em gestantes, as quais devem ser imunizadas somente após o parto. 

A diretora técnica do Tacchimed, Dra. Ana Paula Boscato, lembra que um dos propósitos do plano de saúde é justamente oferecer alternativas de prevenção. “Seguidamente oferecemos aos beneficiários do Tacchimed a possibilidade de participação em grupos que têm por objetivo melhorar sua qualidade de vida, além de uma série de serviços preventivos e informações importantes sobre doenças”, relata. 

 



Sintomas por período

Período de infecção: dura cerca de sete dias, quando surge a febre, acompanhada de tosse seca, coriza, conjuntivite e fotofobia. Do 2° ao 4° dia desse período, surgem as manchas vermelhas, quando se acentuam os sintomas iniciais. O paciente apresenta prostração e lesões características de sarampo: irritação na pele com manchas vermelhas, iniciando atrás da orelha (região retroauricular).

Remissão: caracteriza-se pela diminuição dos sintomas, com declínio da febre. A erupção na pele torna-se escurecida e, em alguns casos, surge descamação fina, lembrando farinha, daí o nome de furfurácea.

Período toxêmico: o sarampo é uma doença que compromete a resistência do hospedeiro, facilitando a ocorrência de superinfecção viral ou bacteriana. Por isso, são frequentes as complicações, principalmente nas crianças até os dois anos de idade, em especial as desnutridas e adultos jovens.

A ocorrência de febre, por mais de três dias, após o aparecimento das erupções na pele, é um sinal de alerta, podendo indicar o aparecimento de complicações, sendo as mais simples: infecções respiratórias; otites; doenças diarreicas e neurológicas.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA