Vida & Estilo
06/01/2019 10:00:34, escrita por SERRANOSSA

Trabalhar sentado pode anular benefícios de se exercitar

Minha Vida

É sabido que o sedentarismo prejudica a saúde. Mas uma nova pesquisa da Universidade do Texas (EUA) aponta que os prejuízos vão além: afinal, ficar mais de 13 horas por dia sentado pode anular os efeitos positivos de exercícios.


Publicado no “Journal of Applied Psychology”, o estudo revela que ficar com o corpo inativo na maior parte do dia, além de anular as vantagens das atividades físicas, aumenta os riscos de doenças crônicas. Isso porque a lentidão do metabolismo pode elevar as chances de desenvolver diabetes, doenças cardíacas e obesidade.

 

O estudo
Você se pergunta, então: o real problema é que enquanto ficamos sentados não estamos nos exercitando ou a posição em si, de sentar-se, que tem efeitos negativos?

Os cientistas também se questionaram sobre e, então, reuniram 10 estudantes universitários fisicamente ativos para que se sentassem e ficassem imóveis por pelo menos 13 horas. Isso foi repetido por quatro dias, junto com uma redução de calorias em suas dietas para que não ganhassem peso, o que poderia alterar o metabolismo e atrapalhar os resultados. Esse período foi comparado a quatro dias sentados também por 13 horas, mais uma hora de exercício em esteira na noite do último dia.

 

Resultados
Os níveis de açúcar, insulina e triglicérides se mantiveram os mesmos, independentemente dos participantes se exercitarem ou não. Os pesquisadores concluíram, então, que ficar sentado por muito tempo pode fazer com que benefícios metabólicos resultantes de atividades físicas sejam perdidos.


O estudo é limitado no que diz respeito a esclarecer como o sedentarismo pode enfraquecer os efeitos de exercícios. Os autores suspeitam que longos períodos sentado aumentam a produção de substâncias indesejáveis no nosso organismo, o que bloqueia outras substâncias positivas que geralmente são liberadas durante a execução de práticas físicas.




Curta o SERRANOSSA