Vida & Estilo
27/06/2019 23:34:23, escrita por SERRANOSSA

Especialistas alertam para os perigos dos relacionamentos abusivos

O relacionamento abusivo pode se dar de diferentes formas, mas geralmente é o tipo de relacionamento em que um dos pares perde sua liberdade e espontaneidade em decorrência da imposição ou intimidação do seu parceiro, é aquela relação que machuca psicologicamente e muitas vezes fisicamente um dos parceiros. Nesse tipo de relação o que predomina é o excesso de poder, manipulação e controle sobre o outro, fazendo com que a vítima perca a sua liberdade.

Quando a pessoa está em um relacionamento abusivo, muitas vezes é difícil ter uma visão completa da relação, pois nem sempre consegue se distanciar o suficiente para perceber o que realmente está acontecendo, sendo que geralmente a relação abusiva começa de uma maneira muito sutil, muitas vezes confundida com demonstração de amor e cuidado.  Por isso, esse tipo de relação é muito perigoso, pois a própria pessoa que sofre os abusos dificilmente enxerga que está em um relacionamento assim. 

É comum que a vítima se sinta mal consigo mesma, que sofra de baixa autoestima, insegurança, ansiedade e depressão.

Por mais que relacionamentos abusivos aconteçam em relações amorosas, eles podem acontecer em qualquer tipo de relação: amizades, relações familiares e até no trabalho.

O processo de psicoterapia é essencial para auxiliar no fortalecimento da autoestima de quem vivencia ou vivenciou um relacionamento abusivo, pois ele por si só deixará uma ferida psicológica que deverá ser elaborada para que a pessoa possa entrar em um novo relacionamento de forma mais saudável, podendo através do tratamento pensar e conhecer-se melhor, assim como aprender a lidar com certas situações da sua vida.




Curta o SERRANOSSA