Vida & Estilo
28/07/2019 10:00:45, escrita por SERRANOSSA

Segundo pesquisa brincar com cachorros pode proporcionar alívio das tensões por 10 horas

Minha Vida

Cachorros são seres que chamam atenção pelo encantamento. De forma que é difícil uma pessoa não abrir um sorriso de canto de boca ou balbuciar o famoso "oun" quando vê um pet passeando pela rua. Mas uma pesquisa realizada pela Universidade da Columbia Britânica descobriu que o contato com os cães tem o potencial de proporcionar alívio contra as tensões por cerca de 10 horas.

Para a realização do estudo, os pesquisadores recrutaram um grupo de estudantes universitários que participou de algumas sessões de cão-terapia. Durante as sessões podiam ter contato com um número entre 7 e 12 cachorros durante uma hora. Além disso, os universitários também precisavam preencher um questionário antes e depois de participar da terapia com cães.

Os participantes relataram reduções significativas nos níveis de estresse, bem como uma maior sensação de felicidade e energia logo após a sessão. Além disso, mesmo 10 horas depois os alunos ainda relataram uma emoção ligeiramente menos negativa, sentindo-se mais apoiados e menos estressados, em comparação com os alunos que não participaram da terapia canina.

Em pesquisas anteriores os cientistas haviam descoberto que estudantes do sexo feminino se beneficiaram das sessões com cães terapêuticos mais do que estudantes do sexo masculino. Porém, neste estudo, os benefícios eram iguais entre os dois grupos.

 

Outros benefícios
Essa não é a primeira vez que cientistas revelam os benefícios para a saúde mental proporcionados pelo contato com cachorros. Psicólogos das universidades de Miami e de St. Louis, nos Estados Unidos, descobriram que os animais de estimação trazem benefícios reais ao bem-estar dos donos.

A pesquisa foi feita em duas etapas, nas quais os especialistas analisaram 368 donos de pets e um grupo de controle, com pessoas sem qualquer tipo de bicho de estimação.

Ao final da análise, foi concluído que todas as 368 pessoas que tinham um animal de estimação, principalmente cachorros ou gatos, eram menos solitárias, apresentaram uma autoestima mais elevada, eram mais extrovertidas e se aproximavam das pessoas com mais facilidade.

 

Benefícios de  adotar 
Um estudo realizado pelo Departamento de Psicologia Experimental da USP mostrou que o convívio com um pet fortalece o sistema imunológico de crianças e adultos, diminui os níveis de estresse e incidência de doenças comuns, como resfriados, por exemplo. “Os animais nos ensinam a cuidar do próximo, ter responsabilidade, dar sem esperar nada em troca, e mostram o que é o amor incondicional. Muitas vezes não conseguimos esse tipo de relação com outros seres humanos, pois os laços podem ser recheados de interesse. Com os bichos podemos aprender a nos relacionar melhor e colocar isso em prática com outras pessoas”, afirma a psicóloga Cecília Zylberstajn.

E as vantagens não param por aí. “Pesquisas mostram que pessoas que têm cães, por exemplo, apresentam menos problemas de saúde. A causa disso é um estilo de vida menos sedentário. Ao levar o animal para caminhar, a pessoa se exercita diariamente e tem maior bem-estar”, complementa Cecília.

A veterinária Vanessa Requejo, da CãoMinhando, diz que ao acariciar e se divertir com o bicho, um adulto libera endorfina, que ajuda a aliviar o estresse. Já os passeios e caminhadas dão condicionamento físico.



O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários deixados pelos leitores e adverte que o conteúdo pode ser reproduzido em reportagens. O teor das mensagens está sujeito a moderação.



Curta o SERRANOSSA