Vida & Estilo
13/03/2020 10:44:47, escrita por SERRANOSSA

Eduque seus filhos para o mundo, estimulando e fortalecendo suas capacidades

Na ânsia de proteger as crianças, cada vez mais estamos criando adultos dependentes, sem iniciativa e com dificuldade de lidar com a frustração. 


É importante que as crianças vivenciem desafios para tentar encontrar suas próprias soluções, porém, por medo ou receio, às vezes os adultos acabam fantasiando circunstâncias que podem ou não acontecer com a criança, e, a partir disso, antecipam medidas protetivas para evitar que ela passe por um momento difícil na vida. 


Foto: Freepik


 

Deixar a criança livre para tentar, acertar e errar, é uma forma de ensiná-la a ser capaz de resolver seus próprios conflitos. Enquanto ela tenta descobrir a resposta ou solucionar um desafio, pode ser que cometa alguns erros, por isso é importante não rir nem criticar, mas demonstrar respeito a essas tentativas, assim a criança saberá que acreditamos em suas capacidades.


Um ambiente favorável ao desenvolvimento saudável é aquele que permite que a criança exerça suas competências explorando novas habilidades. 


Certamente é papel do adulto oferecer segurança e proteção, mas é preciso diferenciar as situações e entender que existem contextos em que os pequenos podem e devem encarar algumas situações de uma maneira mais independente, as quais os pais devem acompanhar “nos bastidores” a fim de abrir espaço e possibilidade para que os filhos desenvolvam suas habilidades, entre elas a capacidade de escolha, resolução de problemas, autonomia, entre outras.


Encorajar os pequenos, oferecendo apoio e sustentação para avançar no seu desenvolvimento é muito mais saudável do que remover os obstáculos e entregar tudo pronto. Só assim as crianças poderão se desenvolver de maneira autoconfiante para poder lidar com fatos da vida cotidiana, sem um nível desregulado de ansiedade que as paralise diante de circunstâncias adversas.


Por isso, é importante chamar os pequenos para auxiliar nas tarefas de casa. Os filhos podem, por exemplo, ajudar a cuidar de plantas e animais de estimação, assim como guardar objetos, claro que tudo dentro de suas limitações. Sempre que possível, deixe que as crianças experimentem fazer determinada tarefa sem a intervenção do adulto, assim você estará também estimulando a coordenação motora, a autonomia, a autoconfiança e até mesmo a autoestima, mostrando que elas são capazes!



Renata Rigon Cimadon | Psicóloga – CRP 07/16650

Rua Cândido Costa, 65, sala 1308 
Centro, Bento Gonçalves
(54) 99943 3336
[email protected]




Curta o SERRANOSSA