Vida & Estilo
04/02/2020 20:55:08, escrita por SERRANOSSA

Especialista destaca cuidados com as crianças e a família em tempos de quarentena


Por Josiane Siviero 
Professora da Universidade de Caxias do Sul, Nutricionista, Mestre em Gerontologia Biomédica, Doutora em Ciências da Saúde

 
Nestas últimas semanas, estamos vivendo o período de quarentena devido à pandemia pelo Coronavírus. Todos fomos orientados a permanecer em casa e com nossa família nuclear. Cada família tem sua estrutura nuclear: o casal, o(s) idoso(s), a(s) criança(s), entre outras tantas estruturas.... Nesse sentido, abaixo descrevo algumas orientações acerca da alimentação e outros cuidados para as crianças e suas famílias em tempos de quarentena.

 

Cuidados com a alimentação
 

1. É importante tentar manter a rotina da criança e da família. Realizar as refeições que as crianças estão habituadas e próximo aos horários de costume. Cada família tem sua rotina, mas normalmente a maioria inclui 4-6 refeições, sendo essas café da manhã, lanche (nem sempre, vai depender do horário da primeira refeição do dia), almoço, lanche da tarde (um ou mais), jantar e ceia (depende do horário do repouso).

2. Incentivar a ingestão de água; a hidratação é importante para proteção contra infecções virais.

3. Ingerir frutas, vegetais (legumes e verduras) e cereais integrais (aveia, linhaça, granola, etc.). Os cereais integrais são exemplos de prebióticos que podem ser consumidos em preparações como bolos, arroz, polenta, pães ou com iogurte, cremes, frutas entre outros. Esses grupos alimentares auxiliam na colonização da microbiota intestinal, através das bactérias benéficas, que são uma das frentes de defesa das infecções virais.

4. Preferir alimentos in natura e/ou minimamente processados. Os alimentos naturais devem ser consumidos diariamente na nossa alimentação.

5. Incluir os alimentos que possuem propriedades antioxidantes (protegem nossas células) como as vitaminas e os minerais (melhoram a imunidade). Destacam-se alguns nutrientes:

 • Vitamina C (laranja, limão, kiwi, maracujá, abacaxi, tomate, rabanete, rúcula, alface);
• Vitamina A (cenoura, abóbora, mamão, manga, queijo, gema do ovo);
• Vitamina D (leite, queijo e derivados). Tomar uns 15 minutos de sol em locais como sacadas, janelas ou em área externa, evitando o contato com as pessoas ou mantendo de 1,5 a 2 metros de distância;
• Vitaminas do complexo B (leite, ovos, legumes, verduras, cereais integrais, abacate, amendoim, nozes, castanha). Lembrando que a vitamina B12 encontra-se somente em alimentos de origem animal ou através da suplementação que deve ser realizada por nutricionista ou médico;
• Minerais: Zinco (carne vermelha e derivados, peixes, nozes, castanhas), Selênio (amêndoas, nozes, castanhas) e Ferro (feijão, carnes).
 

6. Estimular e organizar algumas brincadeiras que envolvam o preparo dos alimentos como: sanduíche com carinhas, espetinho de frutas, bolos coloridos com frutas e/ou legumes, decoração dos pratos das crianças, pipoca, sorvete/picolé com frutas e sucos naturais. Essas atividades podem ser divertidas e auxiliar na manutenção da alimentação saudável.

7. Manter o prato sempre colorido (o tradicional arroz, feijão, carne/ovos, vegetais/saladas no almoço) garante uma variedade de nutrientes necessários diariamente.

Cuidar das crianças e trabalhar em casa não é uma tarefa fácil, mas se houver organização e colaboração de todos os familiares poderá ser um momento agradável em família.

No ambiente doméstico
1.
Mantenha os ambientes limpos, retire objetos e tudo o que represente risco para as crianças. Muitas famílias estão trabalhando em home office, por isso, é interessante dividir tarefas entre os familiares. Uma dica importante  é se revezar entre o trabalho e os cuidados com as crianças.

2. Lave as mãos das crianças frequentemente com água e sabão, estimule esse hábito (pode ser brincadeira divertida e acaba virando uma prática diária muito importante). No caso de utilizar o álcool gel, faça-o sempre com supervisão para evitar acidentes.


 

3. Lembre as crianças de lavar as mãos antes das refeições, após brincar (sozinha, com você e com os pets) e após ir ao banheiro. Essa dica vale também para os pais que trocam fraldas de bebês. E não se esqueça de lavar as mãos antes de manipular os alimentos que serão ofertados para a família.

4. Ensine práticas de etiqueta ao tossir, espirrar ou assoar o nariz.

5. Higienize os alimentos ao chegar das compras: lave-os e/ou passe o álcool nas embalagens antes de armazenar. As frutas e os vegetais devem ser higienizados em água corrente e após deixar imersas em água com hipoclorito por 15 min. A solução deve ser de 1 colher de sopa de hipoclorito de sódio ou água sanitária (sem alvejante/perfume) para 1 litro de água. Após, enxaguar novamente para retirar a solução e secar os alimentos para armazenar sob refrigeração.

6. Conserve os alimentos em temperaturas seguras. Descongele os alimentos dentro da geladeira ou utilize a função descongelar no micro-ondas antes de consumir ou cozinhar.

7. Organize atividades de trabalho, lazer, alimentação, atividade física,  higiene e sono de acordo com a família. Além disso, mantenha o equilíbrio físico e mental neste período, sem muitas cobranças e sobrecarga para apenas um membro da família. O ideal é dividir as atividades e realizá-las de forma prazerosa, minimizando, assim, dentro do possível, o estresse.

8. Por fim, fique em casa e não exponha as crianças: elas também podem ser infectadas pelo Coronavírus.
 




Curta o SERRANOSSA