• Vinícola Garibaldi

Oscar 2023 consagra a ficção científica “Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo”

  • Posto Ravanello
  • Vinícola Garibaldi

Dirigido pela dupla Daniel Kwan e Daniel Scheinert, o filme estava indicado em 11 categorias e acabou vencendo sete

Os quatro vencedores na categoria de atuação no Oscar 2023. Foto: Getty Images/Reprodução/Redes sociais

A 95ª edição do Oscar 2023 foi o momento de “Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo”. A cerimônia, realizada na noite de domingo, 12/03, consagrou o filme que mistura drama, comédia, ficção científica e multiversos com o prêmio de Melhor Filme. Dirigido pela dupla Daniel Kwan e Daniel Scheinert, o filme estava indicado em 11 categorias e acabou vencendo sete, incluindo Melhor Direção e Melhor Roteiro Original para “Os Daniels”, como são conhecidos.

Uma das principais – e mais celebradas – vitórias foi a de Michelle Yeoh em Melhor Atriz. Natural da Malásia, Michelle se tornou a primeira atriz asiática a vencer a categoria. Em 95 anos de premiação, está é apenas a segunda vez que uma atriz não branca vence em Melhor Atriz – a primeira foi Halle Berry, em 2002, pelo filme “A Última Ceia”. Ke Huy Quan e Jaime Lee Curtis, também de “Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo”, levaram para casa os troféus de Ator e Atriz Coadjuvante, respectivamente. O queridinho do Oscar também levou Melhor Montagem.

Brendan Fraser, galã de Hollywood nos anos 1990, conhecido por filmes como “A Múmia” e ” George – o Rei da Floresta” e que esteve afastado do cinema por problemas de saúde física e mental, teve seu momento de redenção com a indústria ao vencer o prêmio de Melhor Ator por “A Baleia” – o filme também venceu na categoria Melhor Cabelo e Maquiagem.

“Nada de Novo no Front”, filme alemão da Netflix, foi o segundo maior vencedor da noite, com quatro estatuetas – Filme Internacional, Design de Produção, Cinematografia e Trilha Sonora.

A canção “Naatu Naatu”, do filme indiano de Tollywood “RRR”, venceu na categoria Melhor Canção Original, desbancando canções de Lady Gaga (Top Gun: Maverick) e Rihanna (Pantera Negra: Wakanda Para Sempre). Este foi o primeiro Oscar para uma produção indiana na história.

Ruth E. Carter, figurinista de “Pantera Negra: Wakanda Para Sempre”, se tornou a primeira mulher negra a vencer dois prêmios no Oscar. Ela venceu Melhor Figurino pelo filme da Marvel – em 2019, Ruth venceu a mesma categoria pelo primeiro filme do super-herói.

Confira a lista completa dos vencedores:

Melhor Filme – Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo

Melhor Atriz – Michelle Yeoh

Melhor Ator – Brendan Fraser

Melhor Direção – Daniel Kwan e Daniel Scheinert

Melhor Atriz Coadjuvante – Jamie Lee Curtis

Melhor Animação – Pinóquio por Guillermo del Toro

Melhor Figurino – Pantera Negra: Wakanda para Sempre

Melhor Fotografia – Nada de Novo no Front

Melhor Ator Coadjuvante – Ke Huy Quan

Melhor Documentário de Curta-metragem – Como Cuidar de Um Bebê Elefante

Melhor Direção de Arte – Nada de Novo no Front

Melhor Documentário – Navalny

Melhor Som – Top Gun: Maverick

Melhor Filme Internacional – Nada de Novo no Front

Melhor Maquiagem e Cabelo – A Baleia

Melhor Efeitos Visuais – Avatar: O Caminho da Água

Melhor Curta-metragem – An Irish Goodbye

Melhor Curta de Animação – O Menino, a Toupeira, a Raposa e o Cavalo

Melhor Roteiro Original – Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo

Melhor Roteiro Adaptado – Entre Mulheres

Melhor Trilha Sonora – Nada de Novo no Front

Melhor Canção Original – Naatu Naatu de RRR

Melhor Edição – Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo