• Vinícola Garibaldi

Padrasto é preso após confessar estupro de enteada de 7 anos em Lindolfo Collor

  • Vinícola Garibaldi

A criança denunciou o padrasto para a mãe, que mantinha um relacionamento de seis anos com o suspeito

Foto: Ascom SJSPS

Um homem, de 26 anos, foi preso em Lindolfo Collor por estupro de vulnerável após ser denunciado pela enteada de sete anos. O acusado foi solto no dia seguinte, após participar de audiência de custódia, enquanto aguardava a decisão judicial.

A prisão aconteceu na noite do dia 27 de dezembro, quando a criança denunciou o padrasto para a mãe. A vítima relatou que o agressor, por diversas vezes, passava a mão em seu corpo e mostrava o órgão genital.

Ao saber da situação, a mãe da criança, que mantinha um relacionamento de seis anos com o suspeito, foi tirar satisfação com o homem, que acabou fugindo do local antes da chegada da Brigada Militar (BM).

O homem foi solto, mas deve cumprir medidas cautelares, tais como: manter distância da ex-mulher, da enteada e dos filhos.

A decisão foi baseada no pedido da ex-companheira, que solicitou medida protetiva com base na Lei Henry Borel, sancionada em maio de 2022, e que estabelece mecanismos para a prevenção e o enfrentamento da violência doméstica e familiar contra crianças e adolescentes.