• Envase
  • Debianchi
  • Tacchini
  • Vinícola Garibaldi
  • Naturepet Pharma
  • Posto Ravanello

Pai que atirou bebê de janela de carro já foi condenado por violência doméstica contra mulher

  • Vinícola Garibaldi
  • Naturepet Pharma
  • Envase
  • Tacchini

De acordo com a Polícia Civil, não há medida protetiva de urgência contra o agressor

Foto: Reprodução/RBS TV

O homem de 40 anos preso em flagrante após jogar o filho, um bebê de 11 meses, pela janela de um carro em movimento, em Novo Hamburgo, já foi condenado por violência doméstica contra a companheira. De acordo com a Polícia Civil, não há medida protetiva de urgência contra o agressor.

“Há uma condenação dele por crimes relacionados à violência doméstica, uma sentença condenatória, no ano passado, por uma violação de domicílio. Mas não havia medida protetiva de urgência dele, não havia medida protetiva de urgência, nem naquela época, nem agora”, diz a polícia.

Conforme a Brigada Militar (BM), na ocorrência de quinta-feira, 22/02, o homem teria discutido com a mulher, de 25 anos, que é mãe do bebê. Então, após ele jogar o bebê para fora do carro, a mulher se atirou para tentar salvar a criança.

De acordo com a assessoria de comunicação da Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo, o estado de saúde da mulher é grave e vai requerer atendimento na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O bebê está bem e não corre risco de morrer.

O homem foi agredido por testemunhas que presenciaram o caso e teve fraturas no rosto. A Fundação de Saúde Pública informou que ele será transferido para um hospital na Zona Sul de Porto Alegre que conta com uma ala com custódia.

A Polícia Civil vai investigar o caso como tentativa de feminicídio e tentativa de homicídio.