• Envase
  • Naturepet Pharma
  • Debianchi
  • Posto Ravanello
  • Vinícola Garibaldi

Parque Zoológico de Sapucaia do Sul recebe dois saguis

  • Ótica Debianchi Lente em Dobro
  • Naturepet Pharma
  • Vinícola Garibaldi
  • Envase

A espécie de primata, que está sob ameaça de extinção, é uma novidade no Parque Zoológico. Com peso aproximado de 420 gramas, uma de suas características é a movimentação ágil pelas árvores

Dois machos de sagui-da-serra-escuro são os mais novos moradores do Parque Zoológico (Zoo), em Sapucaia do Sul, administrado pela Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema). Lindo e Ursinho, que têm entre 3 e 4 anos, chegaram na quarta-feira, 28/02, vindos de um Centro de Reabilitação de Animais Silvestres de São José dos Campos, São Paulo.

A espécie de primata, que está sob ameaça de extinção, é uma novidade no Parque Zoológico. Com peso aproximado de 420 gramas, uma de suas características é a movimentação ágil pelas árvores.

“Também conhecido como sagui-caveirinha, por conta da face branca e corpo quase totalmente preto, habita naturalmente áreas de Mata Atlântica, principalmente na região Sudeste do país”, explica a gestora do Zoo, Caroline Costa Gomes.

O transporte aéreo foi gratuito, por conta do programa Avião Solidário da Latam. O recebimento dos animais faz parte do Plano de Ação Nacional para a Conservação da Espécie, coordenado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Por enquanto os saguis ficarão fora de visitação até estarem habituados ao novo local e à equipe técnica. Em breve o Zoo deverá receber fêmeas da mesma espécie para o acasalamento, conforme recomendação do plano.

Acasalamento

A união para o acasalamento é uma prática entre zoológicos com o objetivo de preservar espécies ameaçadas. Em agosto de 2023, Sapucaia do Sul passou a ser residência de Kiara, de 12 anos, uma fêmea de tamanduá-bandeira. O animal foi trazido do Zoológico Municipal de Catanduva, em São Paulo, para fazer par com Gumercindo, de 13 anos. Em 2021, Cheetos, um macho de onça-pintada, foi trazido de São Paulo para Sapucaia do Sul para acasalar com Mimosa. Nos dois casos, ainda não há sinais de reprodução.