• Vinícola Garibaldi

Polícia Civil prende homem acusado de tortura e tentativa de homicídio em Farroupilha

  • Vinícola Garibaldi

Na última quinta-feira, 19/08, a Polícia Civil de Farroupilha prendeu preventivamente um empresário de 39 anos acusado de tortura e tentativa de homicídio contra um homem de 38 anos que seria funcionário da empresa. Conforme o delegado Ederson Bilhan, a prisão ocorreu em Garibaldi e a investigação continua para apurar a participação de outras pessoas no crime. O delegado relatou que a tortura foi cometida para que a vítima confessasse um suposto furto de dinheiro ocorrido na empresa onde ele trabalhava.

As investigações apuraram cerca de 30 atos diferentes de agressão, entre as quais choques elétricos, batidas no corpo com a prancha de facão, queimaduras de cigarro atrás das orelhas e agulhas enfiadas  nas unhas. Além disso, a vítima teve cinco dentes arrancados com um alicate, perfurações no olho com agulhas e queimaduras na região ocular, além de ter tido o cabelo cortado com uma máquina de tosquiar ovelhas.

De acordo com a Polícia, o homem foi obrigado a pular de um paredão de pedra com cerca de 15 metros de altura na ERS-826, estrada que liga Farroupilha a Alto Feliz. No dia 9 de agosto, a vítima foi encontrada ferida no Desvio Blauth e encaminhada para o Hospital São Carlos. No depoimento ele contou que  teria sido raptado e agredido em um suposto assalto na rodoviária do município. Bilhan explicou que a vítima contou esta história por medo de sofrer novas agressões. No dia seguinte ele recebeu alta hospitalar e os suspeitos o buscaram na  saída do hospital.

Em seguida ele foi colocado em um carro e continuaram com as torturas. Na tarde do dia 11, o homem foi levado até a Linha Boêmios, onde teria sido obrigado a pular de um penhasco. Ainda conforme o delegado, ele ficou desacordado por um período e depois rastejou até a estrada onde foi socorrido novamente. Quando deu entrada no pronto socorro a delegacia tomou conhecimento dos fatos.