• Naturepet Pharma
  • Posto Ravanello
  • Envase
  • Debianchi
  • Tacchini
  • Vinícola Garibaldi

Ponte de Santa Bárbara: dois anos e até R$ 35,9 milhões

  • Tacchini
  • Vinícola Garibaldi
  • Envase
  • Naturepet Pharma

Com a previsão do Governo do Estado, a nova ponte deve ficar pronta apenas em 2026

Foto: Diogo Zanetti

Uma Audiência Pública realizada na quinta-feira, 22 de fevereiro, em Porto Alegre, entre lideranças políticas e empresariais, trouxe ao público detalhes sobre a construção da nova ponte de Santa Bárbara, que foi destruída na enchente que atingiu a região da Serra Gaúcha em setembro do ano passado.

De acordo com uma publicação feita nas redes sociais da prefeita de Santa Tereza, Gisele Caumo, o secretário de Logística e Transportes do Estado, Juvir Costella enfatizou que o projeto já foi encaminhado ao Governo Federal e retornou ao Estado para adequações. “Ainda neste mês, o mesmo será reencaminhado para análise e aprovação”, diz o texto.

Entretanto, a previsão é de que a obra tenha custo de aproximadamente R$ 35,9 milhões, com prazo de execução de 24 meses, a partir da data de início, que deve ser daqui a aproximadamente seis meses. Desta forma, a ponte ficaria pronta apenas 2026.

“A nova ponte terá 320 metros, o que proporcionará maior segurança a todos que por ela trafegarem”, afirmou Gisele.

O prefeito de Bento Gonçalves, Diogo Siqueira, que também esteve presente na audiência pública, afirmou estar otimista com a situação.

“As prefeituras fizeram sua parte. A gente confia muito no governador Eduardo Leite, de que mesmo não vindo recursos do governo federal, que essa ponte vai ser feita. O que a gente espera é a maior agilidade possível. Já são quase seis meses que teve a tragédia aconteceu, e agora a gente precisa dar resposta para que aconteça realmente a execução dessa obra tão importante”, comentou.

Balsa

Enquanto a nova ponte não é construída, quem precisa se deslocar entre Bento Gonçalves e São Valentim do Sul, na ERS-431, em Santa Bárbara, está precisando usar a balsa.

A estrutura ficou pronta e entrou em funcionamento no dia 09 de fevereiro. O equipamento, com 36 metros de comprimento por 13 metros de largura e um calado de 40 centímetros, tem capacidade para transportar até 330 toneladas.