• Vinícola Garibaldi

Preso se desalgema, desarma policial, atira contra guarnição e é morto em São Leopoldo

  • Vinícola Garibaldi

Brigada Militar (BM) instaurou processo de Investigação Policial Militar (IPM) para apurar se houve falha na condução do caso pelos policiais envolvidos

A Brigada Militar (BM) instaurou um processo de Investigação Policial (IPM) para apurar a conduta de policiais militares (PMs) no atendimento de um caso que resultou na morte de um jovem, de 21 anos, que havia sido detido por suspeita de envolvimento em um crime em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O caso aconteceu na quinta-feira, 16/02.

“As circunstâncias dos fatos serão apuradas na investigação, não sendo possível, no momento, adiantar nenhuma informação sobre o caso”, disse, em nota, a BM.

De acordo com a BM, o jovem foi imobilizado na rua Suriname, no bairro Feitoria, por pessoas depois de ter cometido furtos. A BM foi ao local e deteve o suspeito, que foi algemado. No entanto, quando era colocado na viatura policial, conseguiu se desalgemar, pegar a arma de fogo de um dos policiais e atirar contra a guarnição (nenhum PM se feriu). Um dos colegas do PM desarmado reagiu atirando contra o suspeito, que tentou fugir, mas acabou sendo baleado. Ele foi atingido duas vezes na região do tórax, duas vezes no braço direito e uma vez no braço esquerdo.

O suspeito chegou a receber atendimento médico no Hospital Centenário, em São Leopoldo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Nota da Brigada Militar

A Brigada Militar, por meio do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio dos Sinos (CRPO/VRS), vem por meio desta informar que tão logo tomou conhecimento da ocorrência de morte de um homem de 21 anos decorrente de intervenção policial em tentativa de homicídio contra policiais militares em atendimento de ocorrência na noite de quinta-feira (16/02), no bairro Feitoria, em São Leopoldo, passou a adotar as providências cabíveis ao fato abrindo processo de Investigação Policial Militar.

Ratificamos que independente do desfecho da investigação, a Brigada Militar, como instituição dedicada à proteção e à segurança de toda a sociedade, reafirma seu compromisso com a comunidade em defesa da vida, seus direitos e garantias fundamentais.

Comunicação social do 25º BPM“.

Fonte: G1 RS