• Vinícola Garibaldi

Produtor rural é preso por manter trabalhadores em condição análoga a de escravo em Farroupilha

  • Vinícola Garibaldi

Ação localizou cinco trabalhadores trancados no alojamento de uma propriedade rural

Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) realizaram, na manhã desta terça-feira, 13/02, uma ação conjunta para repressão ao trabalho escravo no município de Farroupilha.

As diligências iniciaram após recebimento de denúncia pela Polícia Federal que resultaram no resgate de quatro trabalhadores brasileiros, sendo dois menores de idade (15 e 17 anos), e um de nacionalidade uruguaia. As vítimas estavam trancadas no alojamento de uma propriedade rural produtora de frutas.

As informações iniciais indicam que os trabalhadores eram submetidos a jornadas de 10 horas e atuavam na colheita de maçãs.

O produtor rural foi preso em flagrante pelo crime de redução à condição análoga a de escravo e será encaminhado ao sistema penitenciário. A pena prevista quando há emprego de menor de idade pode chegar a 12 anos de reclusão.

Os trabalhadores resgatados foram ouvidos e serão assistidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego.