• Naturepet Pharma
  • Tacchini
  • Posto Ravanello
  • Envase
  • Debianchi
  • Vinícola Garibaldi

Programação do Mês da Consciência Negra em Bento conta com inauguração de Afroteca

  • Naturepet Pharma
  • Tacchini
  • Vinícola Garibaldi
  • Envase

A partir desta sexta-feira, 04/11, inicia, em Bento Gonçalves, a programação do Mês da Consciência Negra, realizada pela Sociedade 20 de Novembro com o apoio da secretaria da Cultura da cidade.
Dentre as atividades, destaca-se a inauguração da Afroteca, que é a biblioteca da Sociedade 20 de Novembro com títulos voltados à história e cultura afrodescendente, que ocorre nesta sexta-feira, 04/11, a partir das 19h30, na sede da sociedade, localizada na rua Carlos Turconi, 11, bairro Borgo. O acervo é composto de livros doados por professores das redes municipal e estadual, e também por livros doados por entidades. A ação vai contar com convidada especial: a escritora Emanuelle Da Silva, autora de “Shaíra – Vida e Morte”.

O espaço reúne livros, revistas e materiais multimídia relacionados à temática da cultura afrodescendente.

A presidente da entidade, Elisângela de Souza Fontoura, destaca os objetivos do projeto. “Pretendemos ser um local com fonte de pesquisa sobre cultura afro. É importante termos um espaço na cidade para pesquisa bibliográfica sobre o povo negro. Contamos com literatura infantil e infantojuvenil e material para contação de histórias para os pequenos.”

Desde agosto, a 20 de Novembro atua com formação de professores, com o título “Guia inicial de afro-descendência” e já foram atendidos mais de 700 alunos e professores de Bento e Farroupilha.
Também, a programação conta com a roda de conversa sobre racismo, injúria racial, legislação voltada ao povo negro guiada por Diogo Souza, advogado formado pela PUCRS, Especialista em Direito Penal e Processo Penal pela UniRitter, membro da Comissão Especial de Jovens Advogados da OAB/RS e Membro da Comissão Especial de Igualdade Racial da OAB/RS. Ele reforça que a roda de conversa iniciará na história da sociedade brasileira que tem suas origens na exploração da força de trabalho de pessoas africanas sequestradas e escravizadas. “Tal prática orientou diversas políticas de Estado ao longo do desenvolvimento do nosso País, impactando, inclusive, nas legislações que resultaram na Colonização Europeia. Desde então são percebidos diferentes efeitos negativos, a exemplo disso o enraizamento de um Racismo Estrutural que a maioria da população em um local de desumanização; e, invisibilidade das dores e dificuldades”, afirma Souza.

Assim, torna a discussão sobre a temática do racismo essencial para o crescimento e evolução da sociedade. “Especialmente no Rio Grande do Sul onde a população negra é menor (18%, segundo o IBGE), quando comparada aos demais estados e, ao mesmo tempo, onde verificamos como mais habitual a prática de condutas violentas desse tipo, recentemente verificado no caso do músico Seu Jorge em show na cidade de Porto Alegre. Portanto, entendo que a discussão e o estudo sobre o assunto possibilitam o crescimento e aprimoramento antirracista de cada cidadão”, destaca.

A programação também vai ter Roda de Capoeira, Feijoada da Família, CineAfro e Roda de Samba. Com exceção da Roda de Capoeira, que ocorre na Via Del Vino, as outras ações e atividades são na sede da 20 de Novembro, rua Carlos Turconi, 11, bairro Borgo.

Programação

04/11- 19h30 – Abertura das celebrações do Mês da Consciência Negra com a Inauguração da Afroteca da 20 de Novembro. Convidada especial da escritora Emanuelle da Silva.

Divulgação/Sociedade 20 de Novembro.

16/11 – 19h30 – Conversa Legal. Roda de conversa sobre racismo, injúria racial, legislação voltada ao povo negro. Guiada pelo advogado Diogo Souza.

19/11 – 16h – Roda de Capoeira – Organização: Instrutor Bulldog e Graduada Rapina – ECAB-RS e convidados. Onde: Via del Vino.

20/11 – 12h – Feijoada da Família

25/11 – 19h30 CineAfro

02/12 – 19h30 – Roda de Samba