• Vinícola Garibaldi

Reconstrução de trecho da ERS-129, em Muçum, deve ser realizada em dois meses

  • Vinícola Garibaldi

A obra é estimada em R$ 8,84 milhões

Reconstrução de trecho da ERS-129, em Muçum, deve ser realizada em dois meses
Foto: Raphael Nunes/EGR

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Logística e Transportes (Selt) – Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), concluiu na segunda-feira, 10/06, uma nova etapa no processo de reconstrução do trecho de 100 metros no km 88 da ERS-129, em Muçum, que desmoronou durante a catástrofe ambiental que atingiu o Vale do Taquari.

A EGR homologou a empresa vencedora da disputa pública realizada na quinta-feira, 06/06, no site de pregões do Banrisul. Três empresas participaram da disputa pelo menor valor global. A Matt Construtora, de Vila Maria, fará a elaboração do projeto executivo e a obra de reconstrução do talude e do aterro.

Estimada em R$ 8,84 milhões, a obra ficará sob responsabilidade da empresa, com previsão de conclusão no prazo de dois meses. A ordem de início será assinada nos próximos dias. A obra será financiada com recursos próprios, provenientes da praça de pedágio da EGR.

Desvio emergencial

A EGR concluiu, em menos de 15 dias, a construção de um desvio emergencial ao lado do quilômetro 88 da ERS-129, em Muçum. Visando à segurança dos usuários, o desvio provisório está disponível apenas para automóveis, vans, ambulâncias e caminhões com peso máximo de seis toneladas, das 7h às 19h. A EGR alerta que o trecho funciona no sistema “pare e siga”.

Além disso, a EGR pavimentou três quilômetros da estrada vicinal da Linha São Luís, que serve como desvio alternativo, visando aprimorar a trafegabilidade de veículos de emergência e da população que se desloca entre Muçum, Vespasiano Corrêa, Dois Lajeados e Guaporé.