• Debianchi
  • Vinícola Garibaldi
  • Posto Ravanello
  • Naturepet Pharma
  • Envase

Rio Grande do Sul está em alerta para temporais

  • Naturepet Pharma
  • Ótica Debianchi Lente em Dobro
  • Vinícola Garibaldi
  • Envase

Os acumulados ficam em torno de 50 a 100 milímetros entre esta segunda, 26/02, e a terça-feira, 27/02

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nuvens carregadas associadas ao fluxo de ar quente e úmido que vem do interior do país serão reforçadas pelo processo de intensificação e formação de um sistema de baixa pressão atmosférica no oceano, próximo à costa gaúcha. Essas instabilidades se espalham pelo Rio Grande do Sul durante a terça-feira, 27/02, provocando pancadas de chuva com forte intensidade, acompanhadas de raios e rajadas de vento.

Em média, são esperadas rajadas de vento da ordem de 50 e 70 km/h. No entanto, não se descarta o risco de vento ainda mais intenso, com rajadas na faixa de 60 a 80 km/h, e possibilidade de queda de granizo pontual em áreas do centro-norte gaúcho, inclusive na grande Porto Alegre.

A situação passa a ser de perigo sobre todo o centro-norte do estado do Rio Grande do Sul, além de áreas como o litoral norte e a Região Serrana, devido à persistência da chuva e os acumulados altos nestas regiões.

Os acumulados ficam em torno de 50 a 100 milímetros entre esta segunda, 26/02, e a terça-feira, 27/02, podendo ocasionar em transtornos.

Na quarta-feira, 28/02, o volume de chuva diminui, mas, as mesmas regiões seguem com risco de pancadas fortes e alguns temporais localizados; devido ao volume alto neste começo de semana, a condição de transtornos se mantém.

O tempo volta a ficar firme em boa parte do Rio Grande do Sul a partir da sexta-feira, 1º de março, com chuva fraca e rápida apenas na Região Serrana no final desta semana.