• Ótica Debianchi Lente em Dobro
  • Naturepet Pharma
  • Envase
  • Vinícola Garibaldi

TCU dá cinco dias para Bolsonaro devolver o segundo pacote de joias

  • Envase
  • Posto Ravanello
  • Vinícola Garibaldi
  • Naturepet Pharma
  • Debianchi

O TCU também solicitou a entrega de um fuzil e uma pistola que Bolsonaro recebeu de presente dos Emirados Árabes em 2019

Foto: Redes Sociais/Divulgação

Em uma sessão que ocorreu na tarde desta quarta-feira, 15/03, o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou o prazo de até cinco dias para que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) devolva o segundo pacote de joias que recebeu da Arábia Saudita. O jogo envolve peças em ouro, como relógio, caneta e abotoaduras. Os materiais estão guardados em posse de Bolsonaro no Brasil.

Além disso, o tribunal também determinou que as joias recebidas por Michelle Bolsonaro, que estão com a Receita Federal, sejam encaminhadas à Secretaria Geral, mas não estabeleceu prazo para o cumprimento desta medida.

Além da devolução das joias, o TCU solicitou a entrega de um fuzil e uma pistola que Bolsonaro recebeu de presente dos Emirados Árabes em 2019.

Entenda o caso

Em outubro de 2021, a comitiva do governo Bolsonaro, liderada pelo então ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, tentou entrar no Brasil com duas caixas de joias sem declarar à Receita Federal.

O conjunto de diamantes mais valioso, estimado em cerca de R$ 16,5 milhões, acabou retido pelos auditores da Receita. Este seria levado para a então primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Já a outra caixa, que entrou no país sem declaração à Receita, foi recebida pelo ex-presidente no Palácio da Alvorada e guardada em seu acervo pessoal.