• Vinícola Garibaldi

Vereador é cassado após denúncias de homofobia e prática de rachadinha em Alegrete

  • Posto Ravanello
  • Vinícola Garibaldi

Os atos teriam ocorrido entre 2021 e 2022

Foto: Divulgação

A Câmara de Vereadores de Alegrete decidiu, na última sexta-feira, 28/07, cassar o mandato do vereador Fábio Maurício Perez (PV) após denúncias de homofobia e envolvimento com esquema de rachadinhas. Os atos teriam ocorrido entre 2021 e 2022.

Por 11 votos favoráveis à cassação e um contra, Perez foi considerado culpado por “percepção de vantagens indevidas”. Contudo, a decisão ainda cabe recurso.

De acordo com um relatório apresentado pela Comissão Parlamentar Processante (CPP) criada para analisar a denúncia, o vereador exigia parte dos salários dos seus assessores, além de usar a equipe para fins pessoais.

Já em relação à denúncia de homofobia, a decisão pela cassação do mandato ocorreu por 10 votos favoráveis à perda e 4 contra. O relatório aponta que o parlamentar teria constrangido assessores parlamentares homossexuais.

Perez foi o vereador mais votado de Alegrete em 2020, com 2.249 votos. Pertencia ao Progressistas, mas foi expulso em 2022 e se filiou ao Partido Verde.