• Vinícola Garibaldi

Vistorias indicam 119 casas sem condições de habitação em Muçum

  • Vinícola Garibaldi

O mesmo processo ocorrerá nos 11 municípios em estado de calamidade pública (Arroio do Meio, Colinas, Cruzeiro do Sul, Encantado, Estrela, Lajeado, Muçum, Roca Sales, Santa Tereza, Taquari e Venâncio Aires)

Vistorias das áreas afetadas de Muçum, cidade fortemente atingida pelas chuvas de setembro no RS, registraram 119 casas destruídas ou com perda total. O monitoramento, realizado por Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedur) em parceria com técnicos do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RS), prefeituras e instituições de ensino superior também indicou 90 residências atingidas.

No total, 510 construções foram vistoriadas para avaliar seu grau de comprometimento após as cheias que invadiram a cidade no Vale do Taquari. O mesmo processo ocorrerá nos 11 municípios em estado de calamidade pública (Arroio do Meio, Colinas, Cruzeiro do Sul, Encantado, Estrela, Lajeado, Muçum, Roca Sales, Santa Tereza, Taquari e Venâncio Aires).

Foto: Divulgação

Por meio de uma plataforma de georreferenciamento, todas as moradias da parte urbana da cidade foram mapeadas, vistoriadas e posteriormente identificadas com cores (verde, amarelo, laranja e vermelho). “O objetivo da classificação é identificar áreas prioritárias de intervenção e direcionar os esforços de recuperação de maneira eficaz”, indicou nota do Governo do Estado.

Situação das moradias de Muçum:

    verde – residências habitáveis (liberadas): 289
    laranja – residências atingidas: 90
    amarelo – residências adjacentes, que estão próximas das afetadas: 12
    vermelho – residências destruídas: 119

*Com informações de Correio do Povo