• Vinícola Garibaldi

Apenados de Caxias do Sul constroem abrigos para animais abandonados

  • Vinícola Garibaldi

Escolas municipais, ONGs de auxílio aos animais e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) já receberam móveis de madeira confeccionados por casas prisionais

Foto: Divulgação/Susepe

A Penitenciária Estadual de Caxias do Sul (PECS), por meio de um projeto voltado para a área de marcenaria, doou dez casas de madeira para animais abandonados na última semana. 

Os abrigos foram construídos por três apenados e, posteriormente, entregues para a Organização Não Governamental (ONG)) Grupo de Apoio Pet – GAP, que cuida de 65 animais em situação de rua.

Essa não é primeira vez que casas prisionais da 7ª Região Penitenciária atuam em ações humanitárias, envolvendo as pessoas privadas de liberdade em atividades que visam à ressocialização. 

Em dezembro do ano passado, por exemplo, o Presídio Estadual de Canela e a PECS confeccionaram móveis de madeira, como camas, casas de boneca e abrigos para animais, que foram destinados às vítimas das enchentes do Vale do Taquari. Além da qualificação profissional, o trabalho na marcenaria possibilita às pessoas privadas de liberdade desenvolverem o senso de empatia.

Escolas municipais, ONGs de auxílio aos animais e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) também já receberam móveis de madeira confeccionados por essas casas prisionais.

Fonte: Susepe RS