• Naturepet Pharma
  • Vinícola Garibaldi
  • Posto Ravanello
  • Debianchi
  • Envase

Como aproveitar a Páscoa com um familiar com demência?

  • Naturepet Pharma
  • Vinícola Garibaldi
  • Envase
  • Ótica Debianchi Lente em Dobro
Foto: Freepik

Você pode e deve aproveitar esse momento, mesmo convivendo diariamente com os desafios de lidar com um familiar com demência. Essa possibilidade, inclusive, irá auxiliá-lo a desmistificar a doença junto a muitas pessoas que têm dificuldade em lidar com a situação.

Com essa data se aproximando, com ela pode vir um sentimento de angústia e desamparo. Bom, o que te posso dizer é que estou longe de dar uma receita pronta. Espero trazer algumas possibilidades e autorização para você fazer o que der conta nesse momento. Saiba também acolher seus sentimentos e se respeitar!

Como vai ser por aí? O que fazer?

Não existe escolha certa ou errada para isso. Você vai precisar decidir de acordo com o que você dá conta de fazer e optar por aquilo que faz sentido para você e seu familiar.

Pense que pode ser possível incluir esse familiar que você ama nessa comemoração. É provável que você possa não ter ânimo, motivo ou vontade de comemorar e fazer as coisas, visto que o cuidado cansa e isso é compreensível.

Para muitas famílias com pessoas com Alzheimer e outras demências, estas comemorações podem se transformar em verdadeiro desafio.

Embora seja uma época de celebrações, famílias podem viver sentimentos de perda das coisas boas que costumavam fazer antigamente. E para isso você vai precisar arriscar e ver o que funciona melhor para você e seu familiar. Já te adianto que, independente de qual for a sua escolha, a saudade vai estar presente, isso será inevitável.

Andreza Lazzarotto | Psicóloga clínica CRP 07/37129 | Especializanda em Psicogerontologia. Foto: William Camargo

Mas uma coisa eu posso te dizer: esse momento pode ser leve.

Estou falando de um poder de transformar esse momento em memórias boas, tornando você mais companheiro de seu familiar. Olhe menos para a doença e mais para essa pessoa.

Quero aqui contribuir com algumas sugestões:

  • Crie um ambiente seguro e calmo. EVITE objetos decorativos grandes que requeiram uma mudança completa do ambiente familiar, pois a mudança pode causar confusão na pessoa com demência.
  • Faça com que essa pessoa participe. Ela pode fazer algumas tarefas que são importantes para que ela se sinta valorizada, misturar massas, enfeitar bolos, ou fazer pequenas tarefas de decoração, relembrar histórias do passado, rever fotos antigas. Sempre foque em proporcionar o momento!
  • Simplificar as celebrações, ter esse cuidado no planejamento e estabelecer limites podem ajudar a minimizar o estresse para você e para a pessoa com demência.

Não se esqueça: cuide de si mesmo!