• Vinícola Garibaldi

MPRS denuncia morador de rua que matou homem a facadas em Caxias do Sul

  • Vinícola Garibaldi

Com antecedentes criminais, inclusive por homicídio, o acusado do crime informou que vive em situação de rua e que abandonou tratamento psiquiátrico que realizava

A vítima José Monteiro da Silveira. Foto: Arquivo pessoal

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) denunciou na quarta-feira, 06/03, um homem pelo homicídio qualificado de um pedestre que passeava com seu cachorro em Caxias do Sul, no dia 24 de fevereiro deste ano. José Monteiro da Silveira, de 34 anos, foi morto após ser atacado com uma faca pelo denunciado na rua Sarmento Leite, no bairro Rio Branco.

De acordo com o promotor de Justiça Leonardo Giardin, que ofereceu a denúncia ao Poder Judiciário, o mesmo investigado cometeu uma tentativa de homicídio praticamente no mesmo horário em que ocorreu o assassinato. O homem atacou um outro pedestre, também com uma faca e na mesma via pública. No entanto, esta vítima sobreviveu.

Em relação ao homicídio consumado, as qualificadoras são motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima. “José da Silveira, conforme imagens de câmeras de segurança, estava distraído passeando com seu cão de estimação e foi atacado repentinamente, sem qualquer tempo para reação”, ressalta o promotor. Já sobre o homicídio tentado, as qualificadoras são motivo torpe e mediante dissimulação. O promotor diz que o denunciado, depois de perguntar as horas, sacou a faca e desferiu um golpe na vítima, sem qualquer motivo aparente.

O investigado, um homem de 39 anos, está preso. Com antecedentes criminais, inclusive por homicídio, ele informou que vive em situação de rua e que abandonou tratamento psiquiátrico que realizava.

A vítima que morreu era natural de Praia Grande, em Santa Catarina, e deixa esposa e um enteado de 11 anos.