• Vinícola Garibaldi

Por que nos sentimos deprimidos no fim do ano?

  • Vinícola Garibaldi

Natal e Ano-Novo chegando, época de festas se aproximando e, para algumas pessoas, cheirinho de férias, que alegria, né? Não para todo mundo. Infelizmente, uma grande parte da população entra em um estado depressivo sazonal, seja por lembrar de entes queridos que já se foram, expectativas não alcançadas, sonhos não concretizados ou simplesmente pela projeção traçada que não aconteceu como o esperado.

Independentemente do motivo de cada um, alguns movimentos são possíveis de fazer para amenizar essas sensações e aproveitar. Afinal de contas, quando transitórios, esses sentimentos tendem a diminuir com o passar da época.

Entretanto, seguem algumas dicas para passar esse período do ano um pouco mais leve:
• Procure ajuda psicológica para auxiliar neste processo de cura interior. Muitas vezes, nesta época os sentimentos apenas se intensificam, mas já estavam lá há um bom tempo e você não percebeu;
• Equilibre as emoções. A tristeza é um sentimento e precisa ser sentido;
• Planeje o próximo ano apenas quando se sentir bem. Com o novo ano se aproximando, parece uma obrigação planejá-lo, porém apressar pode gerar mais angústia e ansiedade;
• Adote hábitos prazerosos, momentos de relaxamento;
• Fique perto de pessoas que lhe tragam bons sentimentos e sensações;
• Não se prenda ao passado, sinta, mas compreenda que ciclos começam e terminam;
• Alimente sua esperança e otimismo, mas quando o pessimismo bater, minimize a importância dele;
• Curta sua própria companhia, ninguém mais do que você sabe o que quer, independente do que digam;
• Inicie uma nova tradição de Natal, do seu jeito, com a sua cara. Ah, e uma última dica muito importante!

Não se sinta obrigado a nada! Você é livre! Acreditar que o ano que está por vir será melhor e mais feliz, já é um ótimo começo!

Sua força é muito maior do que você sequer possa imaginar.